Connect with us

Policia

“Vocês mataram minha irmã!”, disse irmão de vítima a policial em Milagres

Mãe de mulher morta durante tentativa de assalto a banco, que também foi mantida refém, descreveu detalhes da ação e afirmou que tiro partiu da polícia

Published

on

A mãe de Francisca Edneide da Cruz Santos, 49, uma das 14 vítimas mortas tentativa de assalto a banco no município de Milagres, no Ceará, descreveu detalhes do tempo em que foi mantida refém pelos suspeitos, junto à filha. Em entrevista ao Sistema Verdes Mares, a agricultora Maria Larilda Rodrigues relatou que o filho dela e um dos bandidos afirmaram que o tiro que vitimou Edneide partiu da polícia.

O filho da agricultora, irmão da vítima também feito refém na ação, afirmou a um dos policiais: “Vocês mataram minha irmã!”. Nesse momento, segundo a testemunha, o agente de segurança levou as mãos à cabeça, adotando expressão de desespero.

Edneide morava em São Paulo e aproveitou uma licença do trabalho para vir ao Ceará e passar dois meses com os pais.

Edneide da Cruz Santos, 49, foi uma das 14 vítimas mortas na tentativa de assalto a banco no município de Milagres

O tempo entre o desembarque e a morte, porém, foi curto demais. “Fomos buscar ela no aeroporto, e no caminho de volta, perto de Brejo Santo, a gente viu um caminhão atravessado na estrada, com um carro de cada lado da pista, e um movimento daqueles moços mascarados. Aí pensei ‘Senhor, tá tendo um assalto, tem misericórdia!’”, relembra Maria Larilda.

Segundo ela, os suspeitos pararam o carro, renderam e separam os quatro membros da família em dois veículos diferentes. A agricultora seguiu com a filha e dois bandidos em uma Hilux, enquanto o marido e o filho ficaram no automóvel pertencente ao grupo de assaltantes. Ambos os carros foram em direção ao Banco do Brasil de Milagres. De acordo com Larilda, o suspeitos tentavam tranquilizar a família, dizendo que “não queriam celular, dinheiro nem carro, nem maltratar”, apenas as levariam “numa missão”.

“Quando tava perto do banco, já vi meu menino e meu esposo, já passando mal. Os bandidos voltaram com a gente, já perto da pista, e começou o tiroteio. Senti arder, tinha farelo de pólvora, mas não vi que tinha pegado tiro na minha filha. Aí o bandido que tava do lado dela disse: ‘(A polícia) Quebrou minhas pernas e matou a mulher!’. Olhei pra ela e vi o sangue descendo, o cabelo no rosto. Ainda botei a mão no buraco saindo sangue, tirei e despejou como uma garrafa d’água derramando”, relata a mulher.

Segundo a mãe de Edneide, os suspeitos correram para um matagal, e o bandido que fez a filha de escudo, que teve as pernas quebradas, pediu ajuda aos demais, que não voltaram para buscá-lo. “Fiquei com a minha filha dentro do carro já morrendo, com o sangue fervendo na goela, e eu pedindo socorro, gritando, mas não apareceu ninguém. Quando meu menino se deitou no chão que a polícia começou a chegar nele, ele disse ‘Vocês mataram minha irmã!’, e o policial fez assim”, declara, replicando o gesto do agente de segurança.

“É muito difícil. Isso que você tá vendo em mim é a força de Deus, porque você ver uma filha sua morrer em seus braços lavada de sangue e passar até 3 horas na beira de uma pista pedindo socorro e não aparecer ninguém…”, finaliza a agricultora. O sepultamento de Francisca Edneide será realizado em Brejo Santo, quando a família dela chegar de São Paulo. A mulher deixou esposo, dois filhos e uma neta.

Edneide é velada no Interior do Ceará Foto: Isaac Mâcedo

O que seria uma ação de destaque da Polícia cearense se transformou no episódio já conhecido como ‘Tragédia em Milagres’. Dentre inocentes e assaltantes, morreram, na madrugada de sexta-feira (7), nesse Município do Interior do Ceará, pelo menos, 14 pessoas.

As versões da ação fatal, ocorrida com a participação direta de militares cearenses, são imprecisas. Para populares, as mortes dos reféns ocorreram devido ao despreparo da Polícia. A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) não deu detalhes da ação, que segue com muitas perguntas sem respostas.

A tragédia teve início por volta das 2h30, quando uma quadrilha armada e com reféns, prestes a atacar duas agências bancárias de Milagres, cidade da Região do Cariri, foi surpreendida. Moradores do local contam que uma sequência de tiros, com duração de 20 minutos, anunciou que algo grave estava acontecendo.

De acordo com a SSPDS, era previsto que um bando atacasse bancos naquela região. Com as informações, equipes do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate), do Comando Tático Rural (Cotar), da Força Tática (FT), do Batalhão de Divisas – da PMCE – e da Delegacia de Brejo Santo da Polícia Militar se deslocaram ao local na tentativa de prevenir o crime.

No entanto, a reportagem apurou que operação foi organizada pela Coordenadoria de Inteligência (Coin), da Secretaria da Segurança, que acionou equipes do Gate e do Cotar, inclusive com a presença de um ‘sniper’ – atirador de elite da PM –, que teria sido responsável por muitos dos disparos realizados contra as pessoas que terminaram mortas.

Nenhuma das agências foi violada, mas o “preço” para evitar os ataques a elas foi alto. Para que os roubos não se consumassem, 14 morreram.

Ainda sem informações oficiais que comprovem de onde partiram os disparos contra cada um dos mortos, se sabe que dentre as vítimas há crianças e adolescentes. Dos 14 mortos confirmados pela Pasta, oito seriam integrantes da quadrilha e os demais pessoas que estavam ali pelo “acaso”. Informações obtidas na região dão conta de que seis vítimas da ação fatal eram reféns, de duas famílias distintas.

Matéria do DN

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Filha mata pai de 62 anos com golpes de faca após discussão, em Itapipoca

Suspeita foi encontrada em uma estrada carroçável, com duas crianças e algumas peças de roupa

Published

on

Uma mulher de 26 anos, identificada como Teresinha Carneiro de Paula, foi presa em flagrante após matar o pai, Francisco Lourenço de Paula, 62 anos, com golpes de faca no município de Itapipoca, na tarde de sábado (8).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em depoimento, Terezinha Carneiro informou que ela e o pai discutiram, Francisco a agrediu com um pedaço de madeira e ela revidou com uma facada.

Ainda conforme a SSPDS, a mulher foi encontrada pelos policiais em uma estrada carroçável, com duas crianças e algumas peças de roupas. Ela estava com ferimentos e foi levada a uma unidade de saúde para receber atendimento médico e depois foi conduzida à delegacia de Polícia Civil do município.

Uma equipe da Polícia Civil esteve no local do crime e apreendeu a faca utilizada. Teresinha vai responder por homicídio doloso.

Matéria do DN

Continue Reading

Policia

Duas mulheres são assassinadas de forma brutal em Caucaia; uma delas estava grávida

Vítimas estavam sentadas na calçada de um bar quando foram surpreendidas

Published

on

Duas mulheres foram executadas na noite deste sábado (8), no Parque Soledad, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. As vítimas foram identificadas por Maria Rafaela do Nascimento, 25 anos, que estava grávida, e Maria Vanessa Souza da Cruz, 32 anos, com antecedentes criminais por receptação e corrupção ativa.

De acordo nota da Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), as duas estavam em um bar, sentadas em uma mesa na parte externa do estabelecimento, quando foram surpreendidas por suspeitos armados, que iniciaram os disparos de arma de fogo.

Equipes do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce) foram acionadas para a Rua Santa Helena, e realizaram os primeiros levantamentos acerca do crime.

Um inquérito policial foi instaurado no DHPP para apurar as circunstâncias do crime.

Matéria do CN7

Continue Reading

Policia

Bandido morre durante troca de tiros com policiais do BPRaio, no interior do Ceará

O fato se deu na localidade de Carão, distrito de Pitombeira na zona rural do município

Published

on

Um criminoso identificado como Izael Duarte Rodrigues, 18 anos, morreu após troca de tiros com a policia no final da manhã deste sábado(08) em Itapajé.

Izael estava escondido em um casebre quando foi surpreendido por policiais do BPRAIO. Ao perceber a aproximação dos militares junto a residencia, o criminoso, junto com um comparsa, começou disparar.

A policia revidou e conseguiu acerta-lo pelo menos três vezes. O jovem ainda chegou a ser levado para o hospital local, no entanto, não resistiu aos ferimentos e morreu. O segundo individuo fugiu pelo matagal e ainda não foi localizado.

Izael Duarte já era velho conhecido da policia pela pratica de vários crimes, entre roubos e furtos na região dos distritos de Iratinga, Serrote do Meio e Pitombeira.

Matéria do Blog Clesio Marques

Continue Reading
Advertisement