Connect with us

Policia

Violência no fim de semana deixa 45 mortos no Ceará

Foram registrados 37 casos de assassinatos e oito mortes em acidentes de trânsito

Published

on

Quarenta e cinco pessoas morreram de forma violenta no fim de semana no Ceará. Nos registros das autoridades da Segurança Pública constam quem 37 pessoas foram assassinadas e outras oito morreram em acidentes de trânsito, registrados, em sua maioria, no Interior. Em Fortaleza, 11 pessoas foram assassinadas, outras 14 na Região Metropolitana, além de 12 casos no Interior. Entre as vítimas dos homicídios, estão três mulheres.

Em Fortaleza, os 11 assassinatos aconteceram nos seguintes bairros: Vicente Pinzón (3), Genibaú (2), Granja Lisboa (2), Barroso II, Jardim das Oliveiras, Canindezinho e Praia do Futuro.

Na Região Metropolitana de Fortaleza, foram 14 pessoas assassinadas entre sexta-feira e o domingo, nos seguintes Municípios: Maracanaú (5), Maranguape (3), Caucaia (2), Pacajus (2), Aquiraz e São Gonçalo do Amarante.

No Interior Norte, foram seis homicídios nos Municípios a seguir: Catunda (duplo latrocínio), Varjota, Sobral, Santa Quitéria e Itapiúna.

No Interior Sul ocorreram seis assassinatos, em Iguatu (2 casos), Quixadá, Pedra Branca, Tarrafas e Cedro.

Duplos homicídios

Três casos de duplos homicídios foram registrados no fim de semana. Ainda na sexta-feira (30), dois homens foram mortos, a tiros, no bairro Buriti, na cidade de Pacajus, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Um dos mortos foi identificado como Francisco Márcio Gomes Costa, 45 anos. O outro morto era um adolescente.

Os corpos de dois homens, crivados de balas e já entrando em estado de decomposição, foram encontrados na tarde do último sábado, em um terreno baldio próximo ao calçadão, no bairro Genibaú, na zona Oeste de Fortaleza. Os mortos não foram identificados.

Na localidade de Bom Tempo, zona rural do Município de Catunda, uma tentativa de assalto em um bar terminou com dois homens (irmãos) mortos a tiros, na noite de domingo (2). Era por volta de 19h30, quando foram assassinados os irmãos Francisco Ribeiro dos Santos, 60 anos; e Antônio Ribeiro dos Santos, 67. Um terceiro homem ficou ferido ao ser agredido com coronhadas.

Mulheres assassinadas

Três mulheres foram assassinadas no fim de semana. Na noite de sábado 1º), Andreza de Oliveira Freitas, 22, foi morta, a tiros, dentro de casa, no Distrito de Juatama, em Quixadá, no Sertão Central (a 154Km de Fortaleza).

Em Santa Quitéria (a 230Km de Fortaleza), Carliane Barbosa Teixeira, 34 anos, foi morta a facadas pelo companheiro, Elias Possidônio Farias, 36, na saída de uma festa, na Fazenda Jardim, na manhã de domingo. O acusado foi preso em flagrante e levado para a Delegacia Regional de Polícia Civil de Canindé.

Uma mulher, ainda não identificada, foi assassinada a pedradas em Fortaleza, na noite de domingo, na zona Leste da Capital. Sua identidade mão foi revelada.

Acidentes

Oito pessoas morreram em conseqüência de acidentes de trânsito nos seguintes Municípios: Morada Nova (duas vítimas, na CE-266), Tauá (BR-020), Aiuaba (CE-176), Crateús (Sede), Massapê (CE-322), Farias Brito e Campos Sales.

Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Advertisement
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Irmãos são fuzilados forma brutal dentro de um salão de beleza, em Fortaleza

Os corpos ficaram dentro da loja, na Avenida Dioguinho, Praia do Futuro

Published

on

Dois homens foram assassinados, a tiros, no começo da tarde desta sexta-feira (14), na Zona Leste de Fortaleza. Os dois rapazes, que eram irmãos, foram atacados dentro de uma loja de roupas e acessórios, ontem também funcionava um pequeno salão de beleza e barbearia, localizada na esquina da Avenida Dioguinho com Rua Edmundo Falcão, na comunidade dos Cocos, Praia do Futuro.

Segundo as primeiras informações colhidas no loca, bandidos chegaram em um carro e já desembarcaram com armas (pistolas)nas mãos e invadiram o estabelecimento, pois sabiam que os irmãos estavam lá. Um deles estava sentado próximo à porta e foi o primeiro a ser executado. O segundo, estava na cadeira do cabeleireiro e não teve chance de fugir, sendo também baleado e morto.

Os criminosos agiram rapidamente. Em seguida, embarcaram novamente no carro e fugiram do local. O clima de desespero tomou de conta do local, onde havia outras pessoas que aguardavam atendimento na loja e na barbearia. A identificação das vítimas não foi revelada.

Policiais militares do 22º BPM (Papicu), do Batalhão de Policiamento Turístico (BPTUR) e BPRaio foram os primeiros a chegar no local do duplo homicídio, isolaram a área para preservar a cena do crime, e acionaram a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) e a Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

A Polícia suspeita que o duplo homicídio esteja ligado à guerra entre facções criminosas formadas por traficantes da área.

Outro caso

Ainda na manhã desta sexta-feira (14), o corpo de um jovem que estava desaparecido há, pelo menos, quatro dias, foi encontrado com marcas de violência em um matagal no Município do Eusébio, na região Metropolitana de Fortaleza. O homem estava amarrado e a Polícia suspeita que ele tenha sido sequestrado noutro lugar e levado ao local onde foi morto e o corpo deixado.

Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Continue Reading

Policia

Pastor suspeito de estuprar adolescente dentro de igreja é preso em Iguatu, no Ceará

Vítima contou à polícia que o estupro ocorreu em 2017; familiares só tiveram conhecimento do caso quando estranharam o comportamento da jovem

Published

on

Um pastor evangélico do município de Iguatu, no Centro-Sul do Ceará, foi preso por suspeita de estuprar uma adolescente de 14 anos dentro da igreja que a família dela frequentava. De acordo com a polícia, havia um mandado de prisão preventiva contra o suspeito que foi realizado no último dia 5, mas divulgado apenas nesta semana.

A delegada Monique Teixeira, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), informou que o caso do estupro ocorreu em 2017, quando a vítima tinha 12 para 13 anos. “Os pais só tiveram conhecimento do ocorrido neste ano, porque começaram a perceber o distanciamento da filha da igreja e que ela vinha falando mal do pastor no colégio. Ao pressioná-la, ela desabou e contou o que tinha ocorrido”, afirmou a delegada.

Ainda conforme as investigações da polícia, os pais da adolescente chegaram muito revoltados na delegacia e realizaram a denúncia.

Já do depoimento da vítima, a delegada informou que no dia do crime o suspeito a chamou para ir à igreja, dizendo que a sua mãe estava esperando. Chegando lá, a vítima não encontrou ninguém, a não ser o pastor, que forçou a adolescente a ter relações com ele, que depois prometeu que ia se casar com ela.

Conforme a delegada o que teve mais importância na investigação foi o depoimento da adolescente. “No crime de estupro, o que mais pesa é a declaração da vitima, porque quando ocorre esse crime, no geral é em cantos reservados. E se a gente não acreditar na fala da vítima, acaba desacreditado que o crime de estupro existe, complementou.

Investigações

Além do depoimento da adolescente, a polícia juntou nos autos mensagens de WhatsApp enviadas pelo pastor à vítima, que diziam se ela não contasse ninguém ia saber. Uma denúncia da vítima de perseguição sofrida a caminho do colégio, em que dois homens em uma motocicleta pararam e ameaçaram, também foi utilizada na investigação.

Da perseguição sofrida pela adolescente, a polícia acredita que o caso tenha relação com o irmão do pastor, que se encontra preso e responde por sete processos.

O exame de corpo de delito realizado na menina, segundo a delegada, comprovou o depoimento da vítima, havendo indicações de que ela foi violentada na época relatada no depoimento.

O suspeito se encontra preso na Cadeia Pública de Iguatu pelo crime de estupro de vulnerável. As investigações realizadas na delegacia seguem abertas, mas em processo de conclusão, segundo a delegada.

Matéria do G1

Continue Reading

Policia

Polícia investiga youtuber que fez “pegadinha” simulando morte violenta na Beira-Mar; veja o vídeo

No vídeo, ele simula um tipo de crime muito usado por grupos de facções criminosas em que o corpo da vítima é jogado em locais públicos

Published

on

A Polícia Civil do Ceará está investigando o caso de um vídeo feito pelo youtuber “Bunito da Mídia”. Nas imagens, ele simula uma morte violenta, semelhante às praticadas por facções criminosas, na Avenida Beira-Mar, em Fortaleza.

O youtuber chega na carroceria de um carro, coberto por lesões falsas no corpo. Na sequência, é jogado na ciclofaixa, próximo ao calçadão da Avenida, onde fica deitado por alguns instantes, simulando um assassinato.

Várias pessoas se aglomeram no local, inclusive policiais. Uma mulher coloca as mãos à cabeça e grita por socorro: “alguém chama uma ambulância, pelo amor de Deus“. Enquanto isso, um homem pede que anotem a placa do veículo de onde o jovem foi jogado. “Está todo marcado de bala, em todo canto”, diz.

Em seguida, o motorista de um carro chega ao local chamando por “Bunito da Mídia”. O youtuber se levanta, caminha em direção do veículo e vai embora. A ação foi repetida em vários horários na Beira-Mar.

Em nota, a Polícia Civil informou ao Tribuna do Ceará que as práticas de comunicação falsa de crime e apologia ao crime estão previstas no Código Penal. “O caso será investigado no 13º Distrito Policial. Ainda de acordo com a polícia, ele já tem passagens por ameaça e tentativa de furto“.

Se enquadrado no artigo 340 de comunicação falsa de crime ou contravenção, o youtuber poderá ficar detido de um a seis meses ou pagar multa. Já no artigo 287, de apologia ao crime, ele poderá ficar detido de três a seis meses.

O Tribuna do Ceará tentou contato com o youtuber “Bunito da Mídia”, mas a mensagem não foi respondida até a publicação da reportagem.


Matéria do Tribuna do Ceará

Continue Reading
Advertisement