conecte-se conosco

Policia

Violência armada em Maranguape deixa três mortos em 24 horas

Polícia investiga se os três homicídios registrados no mesmo bairro têm ligação

Publicados

em

Violência armada em Maranguape deixa três mortos em 24 horas

Após uma trégua em consequência da prisão de vários criminosos, a violência armada voltou a amedrontar a população da cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Em menos de 24 horas, três assassinatos foram registrados ali, em só bairro. Até agora, nenhum suspeito de envolvimento nas mortes foi preso. A Polícia continua em diligências.

Na noite desta terça-feira, dois crimes de morte foram registrados no mesmo bairro: Novo Maranguape. De acordo com os registros policiais, o primeiro crime TVE como vítima um homem de 31 anos de idade, identificado como Francisco Anderson Aguiar Benício.

Testemunhas contam que ele estava na porta de casa quando apareceram quatro desconhecidos, que exigiram seu celular. Ele tentou entrar em casa, mas foi atingido com vários tiros e morreu na hora. Para a Polícia, as suspeitas são de um “acerto de contas”. A família conta que Anderson vinha sofrendo ameaças de morte, sem revelar o motivo.

Cerca de duas horas depois, outro crime aconteceu no mesmo bairro, na noite desta terça-feira. Um jovem que voltava do trabalho para casa foi morto, a tiros, por desconhecidos. A vítima foi identificada como Israel Moura, 21 anos. O caso ocorreu na Rua Raimundo Inácio da Silva. A família dele informou que o rapaz não tinha envolvimento com facções.

Namorada

Na noite de segunda-feira, um jovem de 18 anos de idade foi morto também no bairro Novo Maranguape. De acordo com a Polícia, o rapaz, identificado como Cristiano Silva Damasceno, estava com a namorada em um ponto de ônibus quando foi surpreendido por quatro desconhecidos que perguntaram se ele fazia parte de alguma facção.

Antes mesmo de responder a pergunta, Cristiano foi executado com vários tiros de pistola. A namorada correu e escapou da morte.

CN7

Propaganda