Connect with us

Vídeos

Para proteger o pai, criança chuta ladrão durante assalto; assista

Nas imagens, o menino reage para defender o pai, que é feito refém e ameaçado com uma arma por um dos assaltantes; ‘só pensava no meu filho’, disse o homem

G1 | Um menino de seis anos dá tapas e chutes em ladrões que fazem o pai refém durante um assalto a um mercado em Paranavaí, no noroeste do Paraná, na tarde de sábado (2). A ação foi registrada por câmeras de monitoramento. Assista ao vídeo do assalto.

Nas imagens, três homens, um deles armado, rendem o dono do estabelecimento, que está no caixa, e fazem um cliente refém.

Enquanto recolhem o dinheiro, a criança aparece e tenta proteger o pai, que afasta o menino.

“Na hora não pensei em mais nada. Só estava preocupado com o meu filho. Quando vi ele chegando, já fui falando para ele e o assaltante ficarem calmos, que estava tudo tranquilo”, contou Francisco Carlos Alves Silva.

Na confusão, o menino derruba a carteira do pai. Um dos ladrões insiste pedindo o dinheiro e é chutado pela criança, até que o refém a entrega para o assaltante.

Em seguida, os três fogem.

“A reação dele foi a de tentar me defender. E eu, a mesma coisa, só pensava em não acontecer nada com ele. Em casa, já mais calmo, agradeci, falei que estava orgulhoso dele, que foi muito corajoso, mas aconselhei a não fazer mais isso, que é muito perigoso”, comentou Silva.

O menino, que é filho único, disse que queria proteger o pai e o “tio do mercado que sempre vai”, mas que aprendeu a lição e que nunca deve reagir.

De acordo com o dono, este foi o quarto assalto ao mercado, o terceiro este ano.

A polícia recolheu as imagens das câmeras de monitoramento e tenta identificar os suspeitos.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.