Siga-nos nas redes sociais

Policia

Restos mortais encontrados no interior do Ceará podem ser de jovens desaparecidos há um ano

Polícia suspeita que corpos sejam de três adolescentes que desapareceram no ano passado

A Polícia da cidade de Russas, no Vale do Jaguaribe (a 163Km de Fortaleza), investiga o achado de restos mortais humanos encontrados nesta segunda-feira (22) em uma propriedade rural daquele Município. A suspeita é de que os despojos sejam de três adolescentes que estão desaparecidos da cidade há cerca de um ano.

Os restos mortais – esqueletos – foram encontrados ocultados dentro de uma fossa em um sítio na localidade de Ilhota, numa área de difícil acesso próximo à Estrada do Frutuoso. O achado dos corpos já em completo processo de esqueletização aconteceu no fim da tarde, quando um morador descobriu a fossa.

A Polícia Militar foi acionada, assim como equipes da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce). Ainda no começo da madrugada de hoje (23), os peritos e bombeiros conseguiram retirar os restos mortais, que foram encaminhados para o Núcleo da Pefoce ,em Russas, onde passarão por exames de DNA para a identificação civil.

Surgem nomes

Na cidade, correm boatos de que os corpos já decompostos podem ser de três adolescentes que desapareceram misteriosamente de Russas há mais de um ano e as famílias não tiveram mais nenhuma notícia de seus paradeiros. Eles foram identificados como Bruno Wesley, Sabrina Maia e Bruno Holanda, com idades entre 14 e 16 anos.

Policiais da Delegacia Regional de Polícia Civil de Russas tentam localizar as famílias dos adolescentes para que estas sejam ouvidas e possam contribuir nas investigações policiais bem como, no trabalho de coleta de material humano para a comparação de DNA.

Esqueletização ou período de redução esquelética, é um estágio de decomposição. É caracterizada pela desintegração da pele, tecidos moles e certos órgãos devido ao processo de liquefação, restando apenas os órgãos mais sólidos como o útero/glândula da próstata, coração, tendões, cartilagens, unhas e cabelo.

Matéria exclusiva do Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.