Siga-nos nas redes sociais

Noticias

Quase 8% dos cearenses vivem com menos de R$ 85 por mês

Quase 8% dos cearenses vivem com menos de R$ 85 por mês

Publicados

em

O Nordeste tem altos índices de famílias abaixo da linha da pobreza. No Ceará cresceu o número de pessoas que vivem com menos de R$ 85 por mês, representando 7,8% dos moradores.

O índice coloca o Ceará como 6º estado do Nordeste e 8º do país com mais pessoas em situação de extrema pobreza.

O chefe do Departamento de Economia Agrícola da Universidade Federal do Ceará, Jair Andrade Araújo, destaca que, entre 2004 e 2014, o estado registrou redução nos números da pobreza. Cenário que mudou a partir de 2015, com a crise econômica no Brasil, que resultou em altas taxas de desemprego.

Segundo o coordenador do Laboratório de Estudos da Pobreza da UFC, Vitor Miro, outro fator derivado da crise foi a diminuição dos programas sociais que transferem renda para a população carente. Para reverter esse quadro de miséria, é preciso primeiro que o poder público encontre equilíbrio fiscal para garantir a confiança dos investidores que podem gerar emprego. Mas isso só deve acontecer após as eleições presidenciais.

Matéria do Tribuna do Ceará

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasil

Pai estuprar filha por 10 anos e obriga ela a fazer sexo com criança e com animal

Segundo delegada, homem foi preso por se aproximar de outra filha, descumprindo medida de proteção, em Jaboatão. Polícia já pediu prisão também por causa de abusos sexuais

Publicados

em

Um homem que está sendo investigado por estuprar a filha durante dez anos foi preso em Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife. Segundo a delegada Ana Luiza Mendonça, durante esse período, a jovem, hoje com 21 anos, foi obrigada a manter relações com outra criança e com animal, além de ter sofrido agressões sexuais com objetos.

Ana Luiza, que atua na Delegacia da Mulher, informou que o desempregado foi preso em flagrante, na quarta-feira (22), por descumprir uma medida protetiva determinada pela Justiça. Ele estava proibido de se aproximar da família da vítima por causa de violência doméstica.

Além de abusar da filha, desde que ela tinha 11 anos, o pai chegou a praticar o crime de cárcere privado. Segundo a delegada, ela ficava trancada no quarto de casa e tinha os documentos retidos pelo homem.

A policial explica que a prisão em flagrante diz respeito apenas ao descumprimento da medida de proteção. No entanto, o desempregado é alvo de outros dois procedimentos por violência sexual, sendo um deles o de abusos praticados contra a filha.

“Ele foi até a escola de outra filha e descumpriu a determinação judicial. Já finalizei o inquérito dos estupros e encaminhei à Justiça. Estamos aguardando a decisão sobre esse caso”, explicou a delegada.

Denúncia

O caso começou a ser investigado em 31 de março deste ano, após denúncia da família. A delegada conta que o homem preso agia com violência e, por isso, foi solicitada à Justiça a medida protetiva.

Os estupros foram relatados pela jovem a partir do momento em que se tornou necessário solicitar ao Judiciário a proteção para a família. Além da jovem, o homem tem mais quatro filhos.

Os crimes começaram a ser praticados quando a garota passou a morar com o pai, uma vez que ela residiu com uma avó até os 11 anos de idade. “Ele não trabalhava e era sustentado pela atual mulher, que é tia e madrasta da menina que era violentada. Ele usava as agressões físicas e psicológicas para dominar todo mundo”, observa.

A delegada afirma que já pediu a prisão do homem por estupro de vulnerável, pois ele abusou da filha quando ela tinha menos de 14 anos. “Também relatei que ele praticou crimes de estupro [quando ela era maior], ameaça e cárcere privado”, afirma Mendonça.

Audiência de custódia

De acordo com Ana Luiza Mendonça, o homem foi levado para o Plantão da Delegacia de Prazeres, em Jaboatão, onde foi feito o flagrante pelo descumprimento da medida. Nesta quinta-feira (23), ele foi encaminhado para audiência de custódia no Fórum de Jaboatão dos Guararapes, no Grande Recife.

De acordo com o Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), ele teve a prisão em flagrante convertida em preventiva e foi levado ao Centro de Observação Criminológica e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel), em Abreu e Lima, na Região Metropolitana do Recife.

Continue lendo

Região

Funceme prevê chuvas nas regiões Central e Norte do Ceará no último fim de semana de maio

Para sábado e domingo, a previsão é de probabilidade de chuvas nas regiões no Litoral, Maciço de Baturité, na Região da Ibiapaba e no Vale do Jaguaribe

Publicados

em

A Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos(Funceme) prevê chuvas isoladas para o último fim de semana de maio, principalmente, nas regiões Central e Norte do Ceará. Entre as 7h de quinta-feira (23),e as 7h desta sexta-feira (24), as maiores precipitações foram em Groaíras, Granja e Umari.

Segundo o órgão, a presença de nuvens sobre o território do Ceará indica nebulosidade variável com chuvas isoladas na faixa litorânea. Há ainda chance de chuva no Maciço de Baturité, na Ibiapaba, no Sertão Centrale Inhamuns.

Sábado

Para o sábado (25), a Funceme prevê condições semelhantes com nebulosidade variável com chuva isolada no Litoral, no Maciço de Baturité, na Região da Ibiapaba e no Vale do Jaguaribe.

Domingo

A previsão é de nebulosidade variável com eventos de chuva nas regiões Central e Norte e, no Sul, possibilidade de precipitações. Há uma tendência de que a Zona de Convergência Intertropical (ZCIT) fique mais perto da costa Norte do Nordeste, o que pode provocar precipitações, segundo a Funceme. A Zona de Convergência é o principal sistema indutor de chuva no Ceará, de fevereiro a maio. “Caso este cenário indicado aconteça, o Ceará pode receber melhores chuvas sobre o litoral e áreas do centro-norte do estado”, comenta Raul Fritz, meteorologista da Funceme.

Chuvas em mais de 30 municípios

O Ceará registrou no intervalo entre as 7h de quinta-feira (23, e as 7h desta sexta-feira (24), chuvas em apenas 31 municípios. As maiores precipitações aconteceram em Groaíras (26 mm), Granja (23 mm) e Umari (21,6 mm).

10 maiores chuvas por posto no dia:

(41 postos com chuva de 69 informados)

Groaíras (Posto Groaíras): 26.2 mm

Granja (Posto Pessoa Anta): 23.0 mm

Umari (Posto Umari): 21.6 mm

Viçosa do Ceará (Posto Manhoso): 18.0 mm

Umari (Posto Sítio Canto): 17.2 mm

Granja (Posto Sambaiba): 16.8 mm

Coreaú (Posto Ubaúna): 16.0 mm

Itapajé (Posto Itapajé): 14.4 mm

Uruoca (Posto Campanário): 14.0 mm

Paracuru (Posto Paracuru): 13.3 mm

DN

Continue lendo

Policia

Homem de 29 anos é executado a bala na cidade de Sobral, no Ceará

A Polícia Civil abriu um inquérito policial para apurar o crime

Publicados

em

Na tarde desta sexta-feira, dia 24, na rua Jardim das Flores, bairro Dom José 2, foi registrado um homicídio a bala. A vítima foi um homem identificado como Isac Pereira da Silva, 29 anos, natural de Sobral, residia na rua Monsenhor Domingos, bairro Dom José.

Um indivíduo em uma bicicleta, portando uma arma de fogo efetuou vários tiros contra a cabeça da vítima, que foi socorrida por populares para o Hospital Santa Casa, mas não resistiu e veio a óbito.

A Polícia Militar realizou diligências na tentativa de prender o autor do crime, mas até o fechamento desta matéria ninguém foi preso.

Sobral 24 hs

Continue lendo

Policia

Mistério no assassinato de mulher em Assaré que foi morta com golpes de foice no pescoço

Antônia foi morta numa vereda de acesso à sua casa em Assaré

Publicados

em

Um homicídio envolto em mistério foi registrado na noite desta quinta-feira na zona rural de Assaré. O corpo da agricultora Antônia Pereira de Oliveira, de 69 anos, que residia no Sítio Limão, foi encontrado em meio a escuridão de uma vereda de acesso à sua casa. Ela apresentava uma profunda perfuração no pescoço provavelmente originada por um golpe de foice e o cadáver foi encontrado por uma pessoa identificada apenas por “Cícero” quando passava em sua moto tratando de avisar aos familiares da vítima.

A polícia de Assaré foi informada, mas os militares estavam num procedimento em Crato quando viaturas de Antonina do Norte e Campos Sales estiveram no local com o Subtenente Cosmo, o Tenente Henrique, os Sargentos Matias e Nobre e o Soldado Rocha. O marido dela Antonio Alves de Oliveira do Carmo disse aos PMs que a mulher tinha saído para a casa de um vizinho e ao retornar pela vereda acabou sendo assassinada.

Já o vizinho confirmou para a polícia que Antonia esteve em sua casa e ficou surpreso ao tomar conhecimento do seu assassinato momentos após sua saída. De acordo com o companheiro da vítima, ela não tinha inimizades e não fazia a menor ideia sobre a autoria do crime, enquanto a polícia não observou indicativos de um latrocínio. O corpo de Antonina foi recolhido pelo rabecão a fim de ser necropsiado na Perícia Forense de Juazeiro.

Este foi o primeiro homicídio deste ano em Assaré e o último tinha ocorrido no dia 11 de dezembro quando Lindomar Caetano da Silva, de 26, que residia no bairro José Dodô foi morto a tiros e facadas. Já a última mulher assassinada em Assaré tinha sido no dia 21 de fevereiro de 2018 quando a acadêmica Juliana Alves de Oliveira, de 19 anos, morreu no IJF em Fortaleza. Ela teve o corpo incendiado pelo pai ao chegar embriagado em casa no bairro Coruja e o mesmo também faleceu.

Miséria

Continue lendo

Policia

Guerra de facções deixa rastro de sangue em Caucaia com 86 pessoas assassinadas em cinco meses

Corpos de mãe e filho, mortos a tiros e deixados na linha férrea do bairro Açude, em Caucaia, expõem a letalidade da guerra entre facções e as consequências nefastas para a população

Publicados

em

Nada menos, que 86 assassinatos já foram registrados no Município de Caucaia em 2019. As altas taxas de Crimes Violentos, Letais e Intencionais, os CVLIs (homicídios, latrocínios e lesões corporais seguidas de óbito) se devem à guerra entre facções criminosas que disputam na bala o controle de bairros, favelas e outras comunidades. A segurança pública está comprometida em várias regiões da cidade e a matança parece estar longe de ser estancada.

Somente no mês de abril, Caucaia registrou 27 homicídios, quase um por dia. Até agora, foi o mês com maior índice de violência com perdas de vidas humanas de forma criminosa. O duelo diário nas ruas, becos e estradas entre membros das facções tem deixado a população refém da insegurança.

As facções Comando Vermelho (CV) e Guardiões do Estado (GDE) disputam, palmo a palmo, os territórios do tráfico de entorpecentes. Neste mês de maio, já foram registrados, ao menos, 16 assassinatos entre os dias 1º e 23. A maioria dos crimes permanece sem solução e, consequentemente, seus autores permanecem na impunidade.

Em comunidades como o Distrito de Jurema e os bairros São Miguel, Padre Júlio Maria, Metropolitano (Picuí), Cigana, Jandaiguaba, Itambé (I e II), Parque Leblon e Parque Soledade, a disputa de traficantes ligados às dias facções transformaram os moradores em reféns da violência e muitos são obrigados pelos criminosos a abandonarem suas casas, deixando para trás até mesmo a mobília. Saem somente com as roupas no corpo.

Mortos

Apesar de contar com um batalhão da Polícia Militar (o 12ºBPM), uma base avançada do Batalhão de Rondas de Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e seis delegacias da Polícia Civil (Metropolitana/Defesa da Mulher/18ºDP/22ºDP/23ºDP e 31ºDP), Caucaia desponta como o segundo Município do Ceará com mais assassinatos em 2019 (86 no total), ficando atrás apenas de Fortaleza (com 266 homicídios entre janeiro e maio).

No intervalo de apenas 17 dias de maio, Caucaia foi palco, por exemplo, de três ocorrências de duplos homicídios. A primeira, no dia 2, quando Arthur Dalmo Barbosa Moreira, 28 anos; e Raimundo Miguel Barbosa Moreira, 33, foram executados a tiros no Parque Soledade.

No dia 9, dois homens foram mortos no Guajiru, sendo identificados como Antônio Ediglê Moreira de Sá, 23 anos; e Francisco Clemilson do Nascimento, 24. E na madrugada do último dia 17, uma tentativa de chacina deixou dois mortos em uma residência no bairro Cigana, sendo identificado até agora apenas um dos mortos, Sarion Cleiton de Sousa Pontes, 44 anos.

Já os moradores de Caucaia Jânio Vinícius da Costa, 27 anos (que residia no bairro São Miguel); e José Rodrigues Deodoro, 67 (que morava no bairro Itambé I), foram covardemente assassinados nos dias 1º e 7, respectivamente, por terem se recusado a obedecer as ordens das facções de abandonar suas casas.

Jornalista Fernando Ribeiro

Continue lendo
Publicidade