conecte-se conosco

Policia

Polícia identifica principal suspeito de matar coroinha a tiros na Barra do Ceará; Veja vídeo

Jefferson Brito Teixeira tinha apenas 14 anos e foi morto a tiros e pauladas

Publicados

em

Polícia identifica principal suspeito de matar coroinha a tiros na Barra do Ceará; Veja vídeo

O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já descobriu a identidade do principal suspeito de matar um adolescente de 14 anos na noite da última terça-feira (18). O crime aconteceu no bairro Barra do Ceará, na zona Oeste de Fortaleza.

O jovem, identificado como Jefferson Brito Teixeira, era “coroinha” da Paróquia São Pedro e foi morto a tiros enquanto caminhava no cruzamento da Travessa São Pedro com Rua São Pedro. As informações é do Jornalista Fernando Ribeiro.

A Paróquia São Pedro, onde a vítima frequentava, lamentou a morte do jovem por meio de suas redes sociais. “Com muito pesar, a Paróquia São Pedro comunica o falecimento do jovem de 14 anos, Jefferson Brito Teixeira, coroinha da Matriz. Fez sua Páscoa hoje, 18 de agosto de 2020, por volta das 18 horas, vítima da violência que atinge a Barra do Ceará. Oremos pela família, para que Deus possa confortar e acalentar neste difícil momento”.

No dia do crime, a Polícia chegou a deter dois adolescentes e um jovem como suspeitos de participação na morte do garoto. Mas as investigações continuaram e o principal suspeito ainda é procurado.

Lamentou

O frei João Antônio Flores, pároco da paróquia de São Pedro, disse que Jefferson era muito dedicado e sempre pronto para ajudar a comunidade. “Ele era um menino dedicado, esforçado e sempre pronto para servir a igreja. Chegava sempre cedo até mesmo antes do padre e preparava tudo, inclusive, quando havia festa na outra comunidade daqui da paróquia e ele estava sempre lá para ajudar e sempre disponível”, afirmou.

Segundo a SSPDS, o adolescente foi encontrado com lesões decorrentes de objeto contundente e disparos de arma de fogo. Um inquérito policial foi instaurado. A 8° Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) realiza as investigações.

Propaganda