conecte-se conosco

Policia

Polícia faz operação e apreende milhares de testes rápidos para Covid-19 vendidos ilegalmente na Capital

O material apreendido foi encaminhado à Delegacia de Combate às Ações Criminosas Organizadas

Publicados

em

MCEARA.COM2020.05.19 17 09 52 001

Uma operação sigilosa realizada na manhã desta terça-feira (19) pela Polícia Civil do Ceará, e acompanhada com exclusividade pelo blogdofernandoribeiro.com, resultou na apreensão de uma grande quantidade de kits de testes rápidos para a constatação do novo Covid-19. O produto, de fabricação estrangeira, estava sendo vendido de forma ilegal e sem a autorização dos órgãos sanitários municipal e estadual. A Polícia não revelou, ainda, quantas pessoas foram presas durante o cerco na Capital e Região Metropolitana.

Coube aos inspetores da Delegacia de Repressão às Ações Criminosa Organizadas (Draco) a missão de efetuar as prisões e apreensões. Centenas de caixas contendo os kits de fabricação americana e chinesa foram encontrados em endereços previamente levantados pelos agentes da Inteligência da Polícia Civil com base em denúncia sigilosa.

O material e os suspeitos de envolvimento com uma quadrilha foram encaminhados à sede da Draco, no Complexo de Delegacias Especializadas (Code), no bairro de Fátima.

A operação foi montada ainda no começo da manhã desta terça-feira com a mobilização de várias equipes da Draco e de outras unidades especializadas da Polícia Civil. A mercadoria estava encaixota e sendo entregue em domicílio aos compradores, segundo a primeira versão colhida pelas autoridades.

Desviados

Ainda de acordo com a Polícia, de acordo com o blogdofernandoribeiro.com.br, a investigação está sendo aprofundada para saber se a quadrilha também está envolvida no desvio de testes adquiridos pelos governos estadual e municipais para a realização de teste em massa na população diante do avanço da pandemia no estado do Ceará, que já deixou mais de 26,3 mil pessoas infectadas no Ceará e causou a morte de outras 1.748, de acordo com o boletim das autoridades de Saúde publicado na manhã desta terça-feira (19).

Via Jornalista Fernando Ribeiro

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *