Polícia Civil prende chefe de organização criminosa em Pernambuco - Mceara.com
Siga-nos nas redes sociais

Policia

Polícia Civil prende chefe de organização criminosa em Pernambuco

Sem reagir à prisão, o criminoso voltou ao Estado do Ceará sob escolta para responder por uma série de crimes cometidos em território cearense

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), por meio da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (Draco), prendeu em Jaboatão dos Guararapes, em Pernambuco, um dos chefes de uma organização criminosa atuante no Ceará. Contra ele, existiam dois mandados de prisão em aberto, sendo um por sentença condenatória e um de prisão preventiva por integrar organização criminosa.

Suelito Borges de Sousa (37), vulgo “Sb” ou “Rei da Colômbia”, que já responde por lesão corporal dolosa e tráfico de drogas, foi capturado por policiais civis da Draco, em Jaboatão dos Guararapes, Região Metropolitana de Recife. Na residência onde ele estava morando, já em Olinda, a Polícia Civil encontrou um veículo blindado.

As investigações apontam que Suelito exerce a função de conselheiro final de uma organização criminosa atuante no Ceará. O homem passou a exercer essa função após a prisão de Yago Steferson Alves dos Santos (27), Yago Gordão, em dezembro de 2018, no Rio Grande do Norte. A prisão de Yago também foi realizada por policiais civis da Draco.

“Suelito já estava no nosso radar há um tempo. Esperávamos o momento certo para efetuar a prisão dele, interrompendo a rotina do criminoso no convívio com a sociedade e fragilizando a comunicação dele com os comparsas no Ceará”, explica o titular da Draco, Harley Filho, que destaca a destreza e a qualidade do trabalho das equipes da especializada no levantamento de informações sobre o suspeito, mesmo ele estando em outra unidade da federação.

“Rei da Colômbia”, alcunha adotada em homenagem a uma tatuagem ostentada por ele, com o rosto do narcotraficante Pablo Escobar, é apontado nas apurações da Draco como um criminoso com atuação direta no tráfico de drogas e com papel de chefia dentro da organização criminosa.

“Em Pernambuco, ele se apresentava como Pablo, ainda em alusão ao narcotraficante colombiano”, revelou Harley Filho. O delegado informou ainda que com o preso, os policiais encontraram um anel personalizado utilizado pelos conselheiros dessa organização criminosa.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *