fbpx
Siga-nos nas redes sociais

Policia

Pistoleiros cearenses presos em São Paulo estavam traficando drogas e matando para o PCC

Uma organização criminosa formada por bandidos de uma única região do Ceará: o Vale do Jaguaribe

Publicados

em

Criminosos autores de um “rosário” de assassinatos na região e que fugiram para São Paulo ao perceberem que o cerco policial estava se fechando contra eles. Já em terras paulistas, migraram para o tráfico de drogas e mergulharam nas atividades da maior facção em atividade no País, o Primeiro Comando da Capital (PCC). Mas, ali, continuaram praticando o mesmo delito: matar.

Este é perfil de uma quadrilha desarticulada na manhã da segunda-feira (15), em três cidades paulistas: Itaquaquecetuba, Guarulhos e São Paulo (Capital), nos bairros Pimentas e Jardim Marilena. O grupo era formado por 15 cearenses, todos naturais dos Municípios de Alto Santo, Jaguaretama e Jaguaribara. Bandidos considerados de altíssima periculosidade, matadores contumazes, que conseguiram driblar a Polícia do Ceará e seguiram para a Capital paulista no ano passado.

Em Guarulhos e nas duas outras cidades próximas, montaram um esquema de tráfico de drogas sintéticas e atuavam como “braço” armado do PCC na região. Pistoleiros, assassinos e traficantes cearenses formavam o bando desmantelado pela “Operação Cactus”.

Durante meses, agentes do 4º DP (Guarulhos) trabalharam em regime diuturno e em silêncio para identificar cada um dos membros da quadrilha de “pistoleiros do Ceará”. O desaguar da investigação culminou quando a Justiça, a pedido da Polícia, expediu 10 mandados de prisão preventiva e mais 15 de busca e apreensão. Cerca de 80 policiais civis, das delegacias de Guarulhos, Mogi das Cruzes e São Bernardo do Campo foram às ruas na madrugada de ontem (15) para prender os bandidos cearenses.

Presos na operação

Entre os criminosos detidos ontem na “Operação Cactus”, está o cearense Josivan Reginaldo de Monte, natural de Jaguaribara, conhecido como “Galego dos Colchões” ou “Gordo dos Colchões”, apontado como partícipe direto da morte do subtenente PM Carlos Herbênio Almeida Bezerra, comandante do Destacamento da PM de Jaguaretama, assassinado a tiros na manhã de 19 de fevereiro de 2016, naquela cidade, enquanto fazia seu cooper.

Outro preso ontem em Guarulhos é Jozito Maia Diógenes, natural de Alto Santo, possui uma longa ficha de crimes, é bastante conhecido no Vale do Jaguaribe por organizar vaquejadas. Tem envolvimento com tráfico de drogas e crimes de pistolagem. Segundo a Polícia de São Paulo, nas redes sociais ele costuma exibir armas e afirma ser atirador “real e virtual”.

Também foi preso durante a operação, o pistoleiro cearense Antônio Charles Barreto, conhecido por “Charlim”, apontado pelas autoridades como o mais perigoso da quadrilha, matador nato. Foi um dos bandidos que mataram o subtenente Herbênio, em Jaguaretama; além de ter assassinado com tiros de fuzil o soldado PM Hudson Danilo de Oliveira, na noite de 7 de janeiro de 2016, ao reagir a um cerco policial após a quadrilha assaltar uma fazenda na zona rural de Jaguaretama. Em São Paulo, ele matou um homem em um bar, na cidade de Jaquatima. Depois do crime, mudou-se para Guarulhos. Recebia o apoio do PCC.

Antônio César Marino Ferreira Diógenes também foi capturado ontem em São Paulo. Segundo as autoridades, apesar de não possuir passagens pela Polícia, estaria atuando para o PCC. Foi preso em um bar, na cidade de Guarulhos, onde escondia drogas.

A Polícia paulista descobriu também que, além de envolvimento e mortes e tráfico de drogas, o grupo estava organizando vaquejadas para “lavar” o dinheiro ilícito. Chamou a atenção das autoridades um determinado sobrenome dos envolvidos e descobriu que a maioria respondia no Ceará por crimes de pistolagem. O bando seria conhecido como “Filhos de Senhorzinho”. Na verdade, apenas um dos envolvidos presos pertence a esta família natural de Jaguaretama, já quase totalmente dizimada em confrontos com a Polícia.

Nas buscas realizadas nesta segunda-feira, a Polícia de São Paulo apreendeu um fuzil modelo AK-47, uma pistola de fabricação israelense, uma pistola calibre 380, um revólver de calibre 38, outro 32, além de drogas.

Jornalista Fernando Ribeiro

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Policia

Homem é encontrado morto com perfurações de “espada samurai” e pedrada em Fortaleza

Espada foi recolhida pela polícia. Homem foi encontrado com o rosto ferido e diversas perfurações pelo corpo

Publicados

em

Um homem foi assassinado na madrugada deste domingo (24) com uma pedrada na cabeça e diversas perfurações pelo corpo no Bairro Ancuri, em Fortaleza. A polícia suspeita que os criminosos tenham usado uma espada samurai para cometer crime. A arma foi apreendida.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) foi acionada nesta manhã, após moradores do bairro encontrarem o corpo nas proximidades do Anel Viário.

De acordo com a polícia, a vítima foi atingida por uma pedra no rosto. Logo em seguida, os criminosos atingiram o homem diversos vezes com a espada. A polícia contou que a vítima ficou com o rosto desfigurado.

A DHPP e a Perícia Forense foram ao local, recolheram o corpo e iniciaram as investigações. A vítima não teve a identidade revelada pela polícia.

A espada foi apreendida e deverá passar por um exame pericial. Até as 9h40 desta segunda-feira, ninguém havia sido preso pelo crime.

Via G1

Continue lendo

Policia

Homem é morto com nove tiros na frente da mãe e da esposa em Fortaleza

Crime aconteceu na tarde deste domingo (23) na Comunidade Graviola, no Centro de Fortaleza

Publicados

em

Um homem foi assassinado com pelo menos nove tiros na frente da mãe e da esposa, na tarde deste domingo (23), na comunidade Graviola, no Bairro Centro, em Fortaleza.

De acordo com a polícia, Edson Costa Reis Filho, de 32 anos, estava sentado na frente da casa onde mora com a esposa e a mãe, quando um homem passou em uma motocicleta e o reconheceu.

Próximo à esquina da Travessa Graviola, que leva o mesmo nome da comunidade, o suspeito retornou e atirou nove vezes contra a vítima na frente da família e fugiu logo em seguida. Edson já tinha passagens pela polícia por roubo, furto, tráfico de drogas, receptação e por crimes de trânsito.

O caso será investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Via G1

Continue lendo

Policia

Suspeitos armados e encapuzados matam homem de 43 anos dentro de casa em Icapuí, no Ceará

De acordo com a Polícia Civil, vítima não tinha antecedentes criminais e após o crime os homens fugiram em uma motocicleta

Publicados

em

Suspeitos armados e encapuzados mataram um homem de 43 anos dentro de casa em Icapuí, litoral leste do Ceará, na noite desta sexta-feira (21).

De acordo com a Polícia Civil, a vítima foi identificada como Antônio Marcos Rebouça Maia, de 43 anos. Ele não tinha antecedentes criminais. Após o crime, os autores do homicídio fugiram em uma motocicleta.

Agentes da Polícia Militar foram acionados para atender a ocorrência e uma equipe da Perícia Forense foi ao local para fazer a retirada do corpo.

Conforme a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), o caso foi registrado na Delegacia Regional de Aracati, unidade plantonista, e as investigações ficaram a cargo da Delegacia Municipal de Icapuí.

Via DN

Continue lendo

Policia

Vaqueiro “Zé de Valério” agora é caçado no Piauí após fuga pelo Sertão do Ceará

O bandido é acusado de raptar, violentar e matar uma jovem de 20 anos em Pedra Branca

Publicados

em

O vaqueiro foragido da Justiça, José Pereira da Costa, o “Zé de Valério”, conseguiu escapar da Polícia do Ceará e pode já estar no vizinho estado do Piauí. Depois de quase 60 dias de fuga pelo mato, passando por cinco municípios cearenses, o bandido foi visto a dois quilômetros da divisa entre os dois estados, na localidade de Baixão, já no território piauiense. A Polícia não confirmou esta versão.

Um morador da localidade afirma ter ficado frente a frente com um homem que teria entrado na propriedade rural em busca de água e comida. Pela descrição física do estranho, o morador acredita se tratar de “Zé de Valério”, caçado pela Polícia do Ceará desde a manhã do dia 24 de abril, após ele raptar, estuprar e matar a tiros uma jovem de 20 anos no Município de Pedra Branca, no Sertão Central do Ceará (a 285Km de Fortaleza).

Em um vídeo que já circula nas redes sociais, o morador conta para um repórter da região que o suposto foragido da Justiça do Ceará tem a seguinte descrição física: magro, barbado e veste roupas muito suja. “Achamos que é ele mesmo. Ele estava calmo, mas quando um rapaz daqui passou a fazer perguntas, ele ficou nervoso e foi embora”, afirma o agricultor. Outro traço característico do vaqueiro – e confirmado pelo agricultor – e que o suspeito manca de uma perna.

Foragido

“Zé de Valério” vem sendo caçado na região do Sertão Central e já teria chegado ao Piauí depois de passar pelos Municípios de Pedra Branca, Senador Pompeu, Boa Viagem, Independência e Crateús, entrando em território piauiense no fim de semana. A Polícia cearense ainda não confirmou a informação, mas policiais da PM do Piauí já estão em buscas na área próxima à divisa dos dois estados.

“Zé de Valério” passou a ser caçado após ter raptado, estuprado e assassinado com um tiro no olho a estudante universitária Daniele Oliveira Silva, 20 anos, na noite de 24 de abril último. O crime aconteceu ao lado de uma estrada na localidade de São Gonçalo, a 15 quilômetros da cidade de Pedra Branca. O corpo da garota, porém, só foi encontrado na manhã seguinte.

Por várias vezes, desde então, as polícias Civil e Militar montaram cercos naquela região, mas o bandido conseguiu escapar. Em algumas ocasiões, ele apareceu pendido comida e água em casas no sertão. Ema delas, acabou roubando uma motocicleta.

Veja vídeo em que agricultor do Piauí fala sobre o bandido:


Via CN7

Continue lendo

Policia

Mulher acusada de envolvimento na morte de Policial do BPRaio é presa em Campos Sales, no Ceará

A mulher de 62 anos teria participado da morte do Policia

Publicados

em

Uma prisão por acusação de envolvimento em um homicídio foi registrada na cidade de Campos Sales-CE, nesta última quinta-feira, dia 20.

A comerciante  identificada por Maria Dalvani da Silva, de 62 anos, conhecida por “Miúda” é acusada de participar do assassinato de um PM do RAIO identificado por José Roberto Lemos, ocorrido no dia 8 de maio de 2016.

Nesta época, as autoridades militares se deslocaram até o Bar da Miúda, localizado no bairro Aparecida para averiguar denúncias da chegada de 1 kg de cocaína na cidade. No local, houve uma troca de tiros que resultou na morte do soldado, em outro PM ferido e um dos acusados de tráfico  identificado por Jeremias Araújo da  Silva, de 28 anos, morto.

Somente ontem, a Coordenadoria de segurança Pública do Estado juntamente com a PM de Campos Sales-CE, conseguiu localizar “Miúda” que dias após o crime, o seu bar pegou fogo. A mesma estava escondida na casa de familiares em Pacajus, sendo que após o crime tinha fugido da cidade.

Ainda foram acusados de participação no crime, os  identificados por Luana Alves da Silva, Cícero Pedro da Silva, Maquirone Garcia de Sousa, Marloncio Benigno Campos, Danilo Alves do Nascimento e Alex de Castro Aquino, conhecido por ” Zé Doido”  que seria quem efetuou os disparos e já é acusado de vários crimes, mas segue foragido.

Alguns dos citados acima, já  morreram no decorrer destes anos.

Via Agência News Cariri

Continue lendo
Publicidade