Siga-nos nas redes sociais

Mundo

Pediatra é preso por reutilizar seringas e contaminar 900 crianças com HIV

Ele nega as acusações e diz que nunca reutilizou seringas

Mceara 2019 10 28 18.16.30 01

O médico Muzaffar Ghanghro foi preso por causar a contaminação de 900 crianças com o vírus HIV na cidade de Ratodero, no Paquistão. O médico cobrava por consultas particulares e também trabalhava como clínico geral em um hospital público na região.

O caso veio à tona em abril deste ano, quando vários moradores da cidade ficaram doentes simultaneamente. A maioria teve febre muito alta. Por fim, após realização de exames, 1.100 pessoas foram diagnosticadas com a doença, sendo a maioria crianças com menos de 12 anos que se consultaram com o médico.

Imtiaz Jalbani, cujo seis filhos faziam tratamento com o pediatra, disse ao jornal americano “The New York Times” que viu o médico procurando uma seringa em uma lixeira para usar em um dos filhos dele, que posteriormente foi diagnosticado com HIV. Ele conta que quando questionou o médico sobre a atitude, ele respondeu que Jalbani não era “muito pobre para pagar uma nova”.

Muzaffar deve responder por negligência e homicídio culposo. Ele nega todas as acusações e diz que nunca reutilizou seringas. De acordo com autoridades locais, há evidências de que outros profissionais aplicavam injeções com agulhas usadas.

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *