Connect with us

Noticias

PCC cresce 6 vezes fora de São Paulo e estado do Ceará é o terceiro com mais membros

Além de São Paulo, os estados que concentram o maior número de bandidos inscritos na facção – os chamados batizados – são Paraná e Ceará

Publicado

em

Tribuna do Ceará | Uma investigação da Polícia de São Paulo após a execução do líder do Primeiro Comando da Capital (PCC), Rogério Jeremias de Simone, o Gegê do Mangue, descobriu detalhes da atuação e da expansão da maior facção criminosa do País.

Segundo revelou o jornal ‘O Estado de S. Paulo’, deste domingo (3), documentos apreendidos após a morte de traficante detalham a estrutura montada pelo PCC para o tráfico internacional de drogas em São Paulo, em outros estados do Brasil e em cinco países da América do Sul (Colômbia, Paraguai, Bolívia, Peru e Guiana).

Segundo ‘O Estado’, provas da investigação policial mostram a evolução das rendas do grupo e sua ligação com o primeiro cartel de drogas chefiado por um brasileiro: Gilberto Aparecido dos Santos, o Fuminho. Os negócios particulares dos líderes e da própria facção têm um faturamento estimado em, pelo menos, R$ 400 milhões por ano.

Alguns policiais acreditam que esse número pode chegar a cerca de R$ 800 milhões, o que colocaria o PCC entre as 500 maiores empresas do País. Seu tamanho dependeria da quantidade de drogas que o cartel liderado por Fuminho e os líderes do PCC conseguem exportar nos Portos de Santos, Itajaí, Rio e Fortaleza.

Entre as descobertas da polícia, diz a reportagem, remessas de dinheiro da facção foram feitas para um doleiro da capital paulista. Esta não foi a primeira vez que a polícia descobriu um esquema de lavagem de dinheiro da facção. Para o promotor de Justiça Lincoln Gakiya, o PCC ainda é uma organização de tipo pré-mafiosa, pois lhe falta conhecimento para fazer a lavagem de dinheiro.

Em 2014, a polícia detectou um esquema que envolvia uma transportadora de cargas fantasma que movimentou R$ 100 milhões por meio de duas corretoras de valores, que enviavam o dinheiro do crime organizado para a China e para os Estados Unidos.

Atuação no Ceará

Em quatro anos, o total de integrantes do PCC mapeados pelo censo da organização em outros Estados foi multiplicado por seis. Além de São Paulo (10.992), os estados que concentram o maior número de bandidos inscritos na facção – os chamados batizados – são Paraná (2.829) e Ceará (2.582).

De acordo com o promotor Lincoln Gakiya, do Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado (Gaeco), ouvido pela reportagem de ‘O Estado’, o PCC estabeleceu metas para a expansão interestadual. Para tanto, a facção está promovendo a estruturação do chamado “progresso”, que são as fontes de renda da organização: a caixinha, a rifa e o tráfico.

Gegê começou a cobrar um pedágio de Fuminho e usou o dinheiro para comprar imóveis no Ceará, em vez de entregá-lo para o caixa do grupo. Ao descobrirem o desvio, Gegê teve o destino selado. Fuminho mandou assassiná-lo. A cúpula reagiu e decidiu matar os envolvidos na execução.

Acerto de contas

Só depois de Fuminho apresentar as provas de que Gegê estava roubando o grupo é que a cúpula decidiu perdoá-lo. Os pontos de varejo de drogas dominados por ele em São Paulo – região da Avenida Presidente Wilson e na Favela de Heliópolis -, que haviam sido tomados pela facção, foram devolvidos recentemente pelo PCC.

José Adinaldo Moura, o Nado e Wagner Ferreira da Silva, o Cabelo Duro trabalhariam para Fuminho, que era apontado como sócio do líder do PCC, Marco Willians Herbas Camacho, o Marcola. Gegê do Mangue, que havia saído da cadeia em 2017, teria descoberto que eles usavam a logística montada pelo PCC para traficar drogas sem pagar à facção. Os dois eram acusados de participar no Ceará do assassinato de Gegê do Mangue em fevereiro e acabaram mortos pela facção a mando da cúpula.

Gegê começou a cobrar um pedágio de Fuminho e usou o dinheiro para comprar imóveis no Ceará, em vez de entregá-lo para o caixa do grupo. Ao descobrirem o desvio, Gegê teve o destino selado. Fuminho mandou assassiná-lo. A cúpula reagiu e decidiu matar os envolvidos na execução. Só depois de Fuminho apresentar as provas de que Gegê estava roubando o grupo é que a cúpula decidiu perdoá-lo.

Propaganda
Clique e comente

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mundo

Gravação brutal mostra jovem crivando sua irmã com uma AK-47; Assista

Lamentavelmente, casos de violência, abuso e homicídios estão ocorrendo em todo o mundo, mas há pontos no planeta que têm ainda mais situações desse tipo

Publicado

em

Por

Através das redes está circulando o vídeo de um jovem que assassinou brutalmente sua irmã para “defender sua honra e a de sua família”, o que chocou e alarmou milhares de usuários da Internet.

De acordo com a informação publicada na RT em espanhol, ele é um lutador Exército Sírio Livre, que é gravada por um amigo na cidade de Yaráblus, Aleppo, Síria, como ele insiste acabar com sua irmã como ele diz vá em frente Bashar, limpe sua honra.

Depois de pedir à vítima – identificada como Rasha Bseis – para mostrar seu rosto para a câmera, o fratricida dispara várias rajadas de balas com um AK-47; no final, você só consegue ver a figura desamparada de uma mulher encolhida contra a parede.

As razões que levaram Bashar Bseis a matar sua irmã não são claras; Alguns meios de comunicação informaram que ela aprendeu que ela tinha um relacionamento com um oficial turco, outros disseram que um soldado turco a havia estuprado e espalhado suas fotos online.

Contra este jogo violento, muitos internautas lançaram uma campanha online para denunciar este e outros crimes de ‘honra’ que os parentes das vítimas são cometidos contra as mulheres, porque eles acreditam que suas ações mancharam o bom nome de suas famílias.

‘Você não será esquecido, Rasha Bseis. Descansa em paz. Sinto muito que você nasceu em tal mundo. Eu sinto muito por todos nós “, escreveu a ativista síria Sarah Hunaidi. Por sua vez, organizações como Kish Malek ou Women Now for Development exigiram justiça para o falecido.

O porta-voz do grupo rebelde apoiado pela Turquia e os Estados Unidos apoiaram até 2017, altura em que o jovem assassino, Mustafa Sejari, pertence assegurou o diário britânico The Guardian que está investigando este assassinato ‘contrárias aos seus princípios’ e confirmado que um tribunal militar em Yarábulus emitiu um mandado de prisão.

No entanto, várias semanas se passaram desde este evento e o suspeito não só foi preso, mas fugiu para sua cidade natal, fora do controle do Exército Livre da Síria.

Continue lendo

Policia

Morte de traficante do CV faz Polícia entrar em alerta para o risco de nova chacina em Fortaleza

Câmeras captaram o momento em que o atirador persegue o traficante para matá-lo

Publicado

em

Por

A morte de um traficante de drogas no bairro Bom Jardim, na tarde desta segunda-feira (12), desencadeou um clima de tensão e levou a Polícia a entrar em alerta máximo diante do risco de uma nova chacina na Capital e sua Região Metropolitana. O homem assassinado seria irmão de um dos líderes da facção criminosa Comando Vermelho (CV), em Fortaleza. Nas redes sociais, a facção emitiu um “salve geral” conclamando os bandidos do grupo para uma reação em cadeia, violenta e imediata.

Robério Santos Menezes, o “Escobar”, segundo a Polícia, seria traficante de drogas e comandava o movimento da venda de drogas no Conjunto Araturi, em Caucaia, na RMF. Na tarde de ontem, ele foi baleado e morto na Rua Três Corações, no bairro Granja Lisboa, no Grande Bom Jardim. Câmeras de residências e pontos comerciais gravaram o momento em que “Escobar” é perseguido e baleado por um homem que havia chegado ao local em uma motocicleta, usando capacete e uma mochila. Ele sacou uma pistola e executou o traficante do CV.

“Escobar” era irmão do também traficante de drogas Adriano Soares Menezes, o “Vô”, tido como um dos principais “conselheiros” do CV no Ceará e que, em 2015, foi transferido de Fortaleza para o Presídio Federal de Catanduvas, no Paraná. “Vô” possui, ao menos, 19 processos na Justiça por envolvimento com o tráfico. Ao ser preso no Ceará, seu irmão teria assumido o posto de comandar a venda de drogas e armas, de acordo com a Polícia.

“Escobar” também tinha uma longa ficha criminal. Seria parceiro do também traficante de drogas Antônio Lucivando Nunes da Silva, o “Vandin” ou “Lu”. Os dois passaram a ser investigados desde 2012 pela Delegacia de Narcóticos (Denarc), até que foram presos na comunidade Por do Sol, na CE-040, em Messejana, com cerca de 200 quilos de pasta base de cocaína. “Escobar” também era apontado como suspeito de assassinar um turista na Praia do Cumbuco, em Caucaia, em 2010.

Traição?

Ainda nas redes sociais, circulou a informação de que a morte de “Escobar” teria sido ordenada por outro traficante identificado como Francisco Gilaison Ferreira Diógenes. Ele teria traído a facção CV, matando “Escobar” para assumir o controle do tráfico de drogas em Caucaia já como integrante da organização criminosa rival, a Guardiões do Estado (GDE).

Logo após a notícia sobre a morte de “Escobar” se espalhar, o clima ficou tenso no Bom Jardim e no Conjunto Araturi. Nas redes sociais, o “Salve Geral” do CV deixou em alerta as autoridades. A informação era de que bandidos do CV do Bom Jardim estavam se armando e iriam atacar os inimigos no Araturi.

O policiamento foi reforçado nas ruas das duas comunidades, com várias patrulhas da PM.

Execuções

Na madrugada de hoje, dois jovens foram executados, a tiros, no Conjunto Metropolitano, o Picuí, em Caucaia. Os mortos foram identificados como Gabriel Wesley da Silva Costa, 15 anos; e Francisco Gabriel da Silva Pereira, 21.

A Polícia não sabe, ainda, se o duplo homicídio tem relação com a morte do traficante, como uma reação do CV.


Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Continue lendo

Mundo

Homem é filmado caindo do céu misteriosamente; Assista

O material mostra como o suposto corpo de um homem corre do céu a grande velocidade

Publicado

em

Por

Recentemente, um vídeo incomum foi lançado nas redes sociais, no qual você pode ver como uma pessoa cai do céu em um estacionamento.

Na postagem compartilhada na plataforma do Twitter , o usuário @Quadratin_Edomx escreveu:

#LoQueCirculaEnLaRed O homem cai das nuvens, pensa-se que ele foi jogado de um avião. Imagens chocantes Especula-se na veracidade disto. Você, o que você acha?

Até agora não se sabe de onde veio o homem, mas as primeiras especulações de usuários indicam que ele pode ter caído de um avião, mas até agora nenhuma testemunha para confirmar a teoria ou explicar em primeira mão o que fez eles viram

A data e o local onde esse incidente foi registrado são desconhecidos, embora o material já viaje pelo mundo através de redes sociais.

Lembre-se de que as imagens apresentadas abaixo são fortes, portanto, a discrição é recomendada pelo leitor.

Sem dúvida, um evento que parece inexplicável porque ambos os lados estavam armados, que afirma a veracidade das imagens e outro que diz que é totalmente falsa, e que o que certamente mostrado em fotos é apenas uma boneca de pano.

Você, o que você acha sobre isso, será um filme real ou algo planejado?

Continue lendo
Advertisement