Pai raspa o cabelo da filha após ela fazer bullying com menina com câncer - Mceara.com
Siga-nos nas redes sociais

Mundo

Pai raspa o cabelo da filha após ela fazer bullying com menina com câncer

A menina teria roubado a peruca que a menina usava para tapar os cabelos raspados por conta do tratamento do câncer

Bullying é um problema muito sério enfrentado por muitos jovens. Muitas vítimas cometem atos desesperados, como suicídio e assassinatos, fora as marcas que ficam em cada pessoa que sofreu com as agressões físicas e psicologias. Porém mais um caso chamou a atenção nos últimos dias e tem tomado grandes proporções devido a discussão que vem a tona. Qual o limite da punição? Qual a maneira correta de punir alguém que comete bullying?

O caso que surgiu foi o de uma menina de 16 anos que atacou psicologicamente uma colega que está passando por problemas de saúde por conta de um câncer. A menina teve o cabelo raspado, para evitar a queda dos fios no tratamento de quimioterapia, o que foi motivo de piadas pela colega estudante. Apesar da gravidade da doença que a menina sofre, a colega parece não ter se comovido e ainda partiu para o bullying a enferma.

Ela teria roubado a peruca que a menina usava para tapar os cabelos raspados, foi então que o caso se tornou ainda mais polêmico. O pai da menina que atacou a colega tomou uma decisão tão polêmica quanto difícil, acabou raspando os cabelos da menina, para que ela sentisse na pele o mesmo que seu colega doente estava passando.

O pai que não teve o nome identificado revelou que a filha não se mostrou arrependida do que fez e que por isso merecia ser castigada. “Eu dei a ela duas opções, ou jogaria todos os seus eletrônicos fora, inclusive o celular, ou ela iria a um salão de beleza e rasparia a cabeça, ela preferiu ficar careca”.

A atitude do pai causou muita polêmica nas redes sociais, há quem o condene pelo castigo e quem o elogie acreditando que ele fez a coisa certa. Qual a sua opinião?

Publicidade
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *