conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Região

Empresária impedi corte de energia da casa do tio intubado por Covid em Fortaleza; Veja vídeo

Tentativa de corte da energia foi filmada e compartilhada em redes sociais. Família conseguiu fazer pagamentos atrasados após repercussão da imagem

A cearense que impediu que a energia da residência do seu tio que está intubado em decorrência da Covid-19 em Fortaleza fosse cortada por inadimplência recebeu doações do exterior e de pessoas de outros estados do Brasil para quitar a dívida com a empresa responsável pela distribuição no Ceará, que chegavam a R$ 550.

“Agradeço de todo coração, foi uma coisa assim, inacreditável. A gente recebeu ligação do exterior, de outros Estados, para sanar essas dívidas”, afirma Érica Daniele, de 39 anos.

O caso ocorreu na terça-feira (6) e repercutiu nas redes sociais após a publicação de um vídeo em que Daniele aparece impedindo o funcionário da Enel de corta a energia da residência.

“O senhor não vai cortar, não. O meu tio tá intubado no hospital, e ela não consegue autorização. O senhor não vai cortar. Tem nem perigo de eu deixar isso acontecer. Ele é honesto, sempre pagou as contas dele em dia, agora intubado não tem como pagar, não”, afirma no vídeo a microempresária Érica Daniele, de 39 anos.

Conforme Daniele, ela chegou de surpresa a casa do tio e já encontrou o funcionário no local para fazer o corte da energia. “Eu senti ali a humilhação que meu tio poderia estar passando, porque há mais de um ano ele está desempregado e com a rescisão ele está pagando as contas. Nós somos uma família e eu jamais deixaria meu tio passar por aquilo ali”, afirma.

Com a repercussão do vídeo a família recebeu doações o que permitiu que as contas de energia — e até as de água — pudessem ser pagas. “E está sendo dessa forma. A gente está dizendo que toda ajuda é bem-vinda, e estamos conseguindo sanar essa situação financeira”, contou a sobrinha.

A Enel Distribuição Ceará informou, em nota, que o pedido de corte foi emitido devido ao vencimento da fatura relativa ao mês de fevereiro de 2021. No último dia 26 de março, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) decidiu proibir o corte de energia de consumidores de baixa renda por inadimplência em todo o Brasil em função da pandemia.

Segundo a Enel, o cliente não está cadastrado na Tarifa Social de Energia Elétrica. A empresa ainda afirmou que “está cumprindo todas as medidas temporárias determinadas pelo órgão regulador”.

Via G1

Propaganda