conecte-se conosco

Região

Água no sertão: implantação de poços profundos levam água potável para famílias no semiárido nordestino

Ter água potável no semiárido nordestino é um privilégio para poucas famílias nas comunidades rurais em boa parte dos municípios

Mas uma ação do pequeno município de Senador Sá, na região norte do Ceará, tem mudado a realidade de milhares de famílias com a implantação de sistemas de abastecimento de água, além de levar dignidade para os moradores que sofrem tanto com a estiagem, incentiva outros gestores a iniciarem a implantação desses sistemas.

Agora moradores que andavam quilômetros a pé para ter água para beber, vivem outra realidade com água encanada na porta de casa, como é o caso da dona Maria, da comunidade Lagoa do curral, no município de Senador Sá, que antes caminhava horas em busca de água ao lado do marido ou dependia do carro pipa.

“Depois de muitos anos a gente vê nosso sonho realizado. Para muitos pode parecer algo normal, mas pra gente que mora aqui no sertão é muito mais que necessário. Antes a gente andava muito a pé ou ficava esperando o carro pipa, agora o sofrimento acabou, a gente tem água encanada em casa”, afirmou.

Além de promover às famílias do semiárido água potável, o programa foca ainda na redução dos índices de enfermidade, de mortalidade infantil, sustentabilidade e condições para o cultivo familiar, criação de animais e proporciona qualidade de vida e bem estar social a quem tanto precisa.

O chefe de Comunicação do município de Senador Sá (CE), Janiel Kempers, ressalta a importância de uma ação que ele classificou como essencial. “Como gestor de um município localizado no semiárido nordestino, nós sabemos o quanto nosso povo sofria por falta de água. O programa sede zero, tem como principal objetivo não somente levar água potável, mas levar dignidade às famílias sertanejas”, destaca.

Trending Posts