conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Política

PT não se posiciona sobre envolvimento de vereadora em chacina

Edivanda é suspeita de planejar toda a logística para execução do crime

A direção regional do Partido dos Trabalhadores (PT), no Ceará, ainda não se posicionou sobre o envolvimento de uma vereadora do partido acusada de participação na chacina que deixou sete pessoas mortas no município de Ibaretama no final de novembro.

De acordo com as investigações, Edivanda é suspeita de planejar toda a logística para execução do crime. A candidata teria agido em parceria com Wanderson Delsino de Queiroz, conhecido como “Interior”, principal acusado de comandar facção criminosa na região.

A vereadora, irmão e afilhado dela foram indiciados pela Polícia Civil do Ceará por envolvimento na chacina quer deixou sete mortos. Os dois filhos dela já foram denunciados pelo Ministério Público do Ceará (MPCE) e são suspeitos de auxiliar o grupo responsável pela matança.

Propaganda