Auxílio emergencial terá quarta e ‘talvez’ quinta parcelas, diz Bolsonaro

Auxílio de R$ 600 foi aprovado pelo Congresso e sancionado pelo presidente. A rádio, Bolsonaro disse que discutiu tema com Guedes e que 4ª parcela

Dinheiro já está na conta de 2,5 milhões de clientes da Caixa e do BB, diz presidente da Caixa
Prorrogação do Auxílio Emergencial pode ter novo valor e menos beneficiários
Mais de 800 mil pessoas são aprovadas no auxílio de R$ 600; Saiba se você está entre elas

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (22) que haverá a quarta e “talvez” a quinta parcelas do auxílio emergencial destinado a trabalhadores informais. Segundo Bolsonaro..

O governo propôs ao Congresso Nacional pagar R$ 200 aos trabalhadores em razão da crise na economia provocada pela pandemia do novo coronavírus. Mas os parlamentares aumentaram o valor para R$ 600, por três meses.

“Eu conversei com Paulo Guedes, que nós vamos ter que dar uma amortecida nisso daí. Vai ter a quarta parcela, mas não de R$ 600. Eu não sei quanto. Vai ser de R$ 300, R$ 400. E talvez tenha a quinta, talvez seja R$ 200 ou R$ 300 até para ver se a economia pega”, afirmou Bolsonaro nesta sexta ao conceder entrevista a uma rádio.

“Não podemos jogar para o espaço mais de R$ 110 bilhões que foram gastos dessa forma, isso vai impactar nossa dívida no Tesouro, para ver se a economia pega”, acrescentou.

COMENTÁRIOS