Suspeito de matar PM no Ceará é capturado no Rio Grande do Norte

Suspeito de matar PM no Ceará é capturado no Rio Grande do Norte

O suspeito estava escondido na casa de familiares no Município de Apodi, no interior potiguar

Trio que pretendia matar integrantes de facção rival é capturado, no Ceará
Homicida foragido do Ceará é capturado em São Paulo
Vítima obriga jovem a comer fezes após roubar galinhas; Assista

Policiais do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), capturaram, ontem (10), no Rio Grande do Norte, o terceiro e último envolvido no assassinato de um PM no Ceará. A prisão de Ramon Victor Carvalho Rezende aconteceu na cidade de Apodi (a 341Km de Natal).

A partir de informações trabalhadas pela Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), os inspetores do DHPP localizaram o suspeito apontado como um dos executores da morte de policial militar Cícero Marcos Viana dos Santos (38), no dia 29 de janeiro deste ano, no município de Cascavel, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

Ramon estava escondido em um assentamento na cidade de Apodi, cidade que faz divisa com os municípios cearenses de Tabuleiro do Norte, Alto Santo e Potiretama, no Vale do Jaguaribe. O suspeito, conhecido pelo apelido de “Acerola”, é o sexto suspeito preso envolvido na morte do cabo Cícero Marcos Viana dos Santos (38), que era destacado no 1º Batalhão do Comando de Policiamento de Choque (CPChoque).

“Acerola” estava na companhia de outro cearense, porém, sem relação com a morte do policial militar. José Arnilson Nogueira da Silva (22) estava com um mandado de prisão preventiva em aberto pelo crime de roubo e também foi capturado no cerco da Polícia cearense no estado vizinho.

“Acerola” é apontado como um dos suspeitos encarregado por atirar no militar. Na ocasião, o militar trafegava em um veículo pela localidade de Guanacés, quando foi surpreendido por indivíduos que estavam em motocicletas e efetuaram disparos de arma de fogo contra ele. O PM revidou e atingiu um dos suspeitos, mas o militar foi baleado e não resistiu aos ferimentos, morrendo no local.