conecte-se conosco

Policia

Policial penal mata colega em presídio na Pacatuba e é encontrado morto

O suspeito de 38 anos fugiu após o crime e segundo a Secretaria da Segurança, tirou a própria vida nas proximidades da Praia de Iracema, em Fortaleza

Dois policiais penais lotados na Penitenciária Francisco Hélio Viana de Araújo, em Pacatuba, morreram na madrugada deste sábado (6). Conforme informações do Sindicato dos Policiais Penais e Servidores do Sistema Penitenciário do Estado do Ceará (Sindppen-Ce), Glauber Monteiro Peixoto foi vítima de disparos de arma de fogo efetuados pelo colega de categoria Wendell Gondim Cruz, que se suicidou após o crime.

O Sindicato divulgou nota contando que a tragédia aconteceu quando Wendell teve um surto e disparou contra Glauber. Após ver que o colega estava morto, Wendell saiu da unidade prisional e foi aos arredores da Praia de Iracema, onde teria se jogado de um espigão.

A Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) confirmou as mortes. Segundo a Polícia, o Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apura as circunstâncias do homicídio.

“A vítima, um policial penal de 43 anos, foi atingido por disparos de arma de fogo e não resistiu aos ferimentos. O suspeito, outro policial penal, de 38 anos, empreendeu fuga após o crime e tirou a própria vida nas proximidades da Praia de Iracema, em Fortaleza (AIS 1). Equipes das Forças de Segurança foram acionadas e um procedimento foi instaurado no DHPP, que investiga o caso”, disse a PC em nota.

O Conselho Penitenciário do Estado do Ceará (Copen) divulgou nota manifestando profundo pesar pelas mortes. O Copen afirma acompanhará as circunstâncias do “infeliz evento”.

A Secretaria da Administração Penitenciária (SAP) também confirmou as mortes e lamentou o ocorrido.

Propaganda