conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Policia

Polícia procura pai e madrasta da criança morta em Russas

Pai e madrasta supostamente agrediram e mataram a pequena Esther, uma criança de três anos

A polícia continua caçando o pai e a madrasta de uma criança de apenas 3 anos que chegou morta no Hospital de Emergência da cidade de Russas, no Vale do Jaguaribe (143 km de Fortaleza), na noite de segunda-feira passada (20).

A pequena Maria Esther Rodrigues sofreu vários ferimentos e não resistiu aos espancamentos e maus-tratos sofridos em casa, na localidade de Poço Redondo.

Esforços para capturar suspeitos de crimes continuam em toda a região do Vale do Jaguaribe e no estado vizinho do Rio Grande do Norte. Patrulhado pelo Batalhão de Comando Tático Rural (Cotar), ajuda o pessoal dos destacamentos, companhias e batalhões da PM a tentar localizar o casal.

Segundo o Jornalista Fernando Ribeiro, ontem à noite, surgiram rumores de que os suspeitos haviam sido presos em um restaurante à beira da estrada no município de Baraúnas, no interior do Rio Grande do Norte. Porém, após contatos com as autoridades do Rio Grande do Sul, a polícia do Ceará se certificou de que as informações não eram verdadeiras e, portanto, os procedimentos continuam.

O crime

Na segunda-feira à noite, por volta das 18h30, o pai da pequena Esther a levou ao Hospital Municipal de Russas e informou à equipe médica de plantão que sua filha havia se engasgado. Mas logo os médicos descobriram que o corpo da garota tinha ferimentos graves compatíveis com os espancamentos. A polícia foi chamada ao hospital, de acordo com o protocolo previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Mas antes da polícia chegar, o pai desapareceu e não foi mais encontrado.

Policiais militares viajaram para a comunidade de Poço Redondo e foram ao endereço dos pais da menina, mas o casal não estava mais lá, o que provou a fuga.

O corpo da criança foi enterrado nesta terça-feira (21), após testes realizados no Núcleo Regional de Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), naquela cidade.

Leia também

Brasil

Caso aconteceu na cidade de Itaetê, na madrugada de quinta-feira (25)

Policia

Ele foi conduzido até a Delegacia Regional de Crateús da Polícia Civil onde os procedimentos foram adotados

Propaganda