conecte-se conosco

Policia

Polícia investiga morte de estudante africano no Ceará

Sandro Paxe Dongala foi encontrado morto no Distrito de Antônio Diogo, no fim de semana O corpo do angolano estava na sala da residência onde o estudante de Engenharia morava

Publicados

sobre

A Polícia Civil do Ceará vai instaurar inquérito para investigar a morte de um estudante africano, do curso de Engenharia de Energias da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab), no Município de Redenção, no Vale do Acarape (a 52Km de Fortaleza).

O corpo dele foi encontrado dentro de casa, no Distrito de Antônio Diogo, no fim de semana. Aparentemente, se trata de um caso de suicídio. Contudo, a Polícia não descarta outras hipóteses neste começo de apuração.

O estudante morto foi identificado pelas autoridades como sendo o angolano Sandro Vieira Paxe Dongala, 32 anos. O corpo dele foi localizado por colegas e vizinhos. Estava na sala da pequena casa onde e e outros estudantes moravam, em Redenção. A Polícia foi chamada ao local e isolou o local até a chegada de uma equipe da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce).

Propaganda

Os sinais aparentes no corpo de Sandro Dongala são, aparentemente, de uma morte por suicídio, através de envenenamento, ou overdose.

Uma carta ?

“Às vezes, escolhemos o caminho errado mesmo tendo o certo bem na nossa frente. Esse foi o meu maior erro, decepcionar a minha família. Fiz a escolha errada. Graças a Deus, encontrei o meu caminho de volta para casa. Talvez, um dia quando nos encontrarmos, as coisas sejam diferentes…”. Este é trecho inicial de um carta que, supostamente, teria sido escrita pelo estudante africanos momentos antes do suposto suicídio.

O caso está sendo apurado pela Delegacia Municipal de Polícia Civil de Redenção.

Propaganda

A Unilab publicou uma nota de pesar pela morte do aluno.

Continue lendo
Propaganda