Paciente sedada é estuprada em hospital municipal de Caucaia

Paciente sedada é estuprada em hospital municipal de Caucaia

A Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS) apura o caso como estupro de vulnerável

Bandido chefe de facção que comanda crimes em Caucaia continua caçado pela Polícia
Criança de três anos morre atropelada em Caucaia após correr em avenida
Ceará já registra mais de 200 ataques criminosos desde a última quarta-feira

Uma paciente foi abusada sexualmente, na última quarta-feira (20), enquanto esteva internada no Hospital Municipal Abelardo Gadelha da Rocha, em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. A vítima estava sedada quando foi molestada por um técnico de laboratório.

Em nota, divulgada na sexta-feira (22), a instituição informou que o suspeito trabalhava em uma empresa terceirizada que presta serviços à unidade.

Segundo a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social do Estado do Ceará (SSPDS), o crime, tipificado como estupro de vulnerável, é apurado pela Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) do município. Os detalhes da investigação estão sob sigilo.

Segundo o Hospital, após tomar conhecimento do caso, a direção fez um Boletim de Ocorrência (B.O) para denunciar o crime. Além de comunicar o ocorrido ao Procurador Geral do Município (PGM), que determinou a instauração de sindicância para apurar eventuais responsabilidades, e ao Ministério Público (MP).

O que diz o hospital

“Com muita honestidade e lisura, a direção informou a família da vítima o ocorrido. Diante de um fato criminoso e inadmissível, a direção do Hospital pediu o imediato afastamento do cooperado. Nos solidarizamos com a família da vítima e disponibilizamos todo atendimento psicológico e social tentando com isso minorar o sofrimento da vítima e sua família”, informou em nota assinada pelo diretor do hospital, Zózimo Medeiros.