conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Policia

Novo secretário terá como desafio sufocar as facções para reduzir os assassinatos

Os assassinatos causados pela guerra de facções acontecem diariamente

Deve acontecer já na próxima terça-feira (8) a posse do novo secretário da Segurança Pública e Defesa Social do Ceará, delegado federal Sandro Caron. Ele assume o cargo no lugar de seu colega de instituição, delegado André Costa, que pediu demissão do cargo alegando problemas particulares.

Caron assume a chefia da SSPDS com a difícil tarefa de tentar reduzir a criminalidade que se abateu sobre o estado neste ano de 2020, com números que se aproximam de três mil assassinatos.

Com a chegada de um novo secretário, é possível que já neste mês de setembro sejam realizadas mudanças de comando nos cinco órgãos vinculados à SSPDS: Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Perícia Forense e Academia Estadual de Segurança.

Com a mudança de comandantes, consequentemente, haverá também alterações de ocupantes de cargos em segundo e terceiro escalões das instituições, como grandes comandos, batalhões e companhias na PM e no Corpo de Bombeiros; departamentos, divisões e delegacias na Polícia Civil; e diretorias e divisões na Pefoce e na Aesp.

Desafios

Caron já exerceu o cargo de superintendente regional da Polícia Federal no Ceará e é um homem de Inteligência, o que pode ajudar no combate ao crime organizado local, especialmente o tráfico de drogas e as ações das facções.

São desafios que não foram alcançados pelo seu antecessor, apesar de todos os esforços operacionais que vêm sendo desenvolvidos nos últimos meses especialmente pela Polícia Judiciária, com a prisão de vários chefes de quadrilhas.

Jornalista Fernando Ribeiro

Propaganda