Moto bate em barreira do “lockdown” e mata guarda municipal e uma mulher em Canindé

O guarda municipal e a mulher tiveram morte instantânea ao caírem da moto no choque

Sepultamento de jovem termina em tiroteio com mais dois mortos, em Canindé
Três homens são executados com vários tiros em Canindé
Criança de dez anos mata o primo de nove com um tiro no interior do Ceará

Um trágico acidente de trânsito deixou duas pessoas mortas na noite desta sexta-feira (29) no Município de Canindé (a 97Km de Fortaleza). Um casal que trafegava em uma motocicleta acabou se chocando contra uma barreira colocada na estrada para manter o isolamento da comunidade como medida de “lockdown” contra a pandemia do coronavírus.

A moto era conduzida por um agente da Guarda Cidadã do Município. A moto colidiu em manilhas de cimento. Os ocupantes sofreram uma violenta queda e morreram no local. O desastre ocorreu por volta de 20h30 de ontem na Rua Raimundo Alcoforado, sentido BR-020 , no bairro Alto Guaramiranga.

O piloto da motocicleta era o guarda a municipal Edivaldo Custódio, agente da Guarda Cidadã de Canindé, e a mulher foi identificada somente como Maria Valdenia.

Barreiras

Desde o último dia 21, barreiras de isolamento estão montadas, seguindo decreto municipal de 10 dias de enfrentamento ao novo Covid-19. Segundo informações de amigos e colegas de trabalho do guarda municipal, ele tinha conhecimento dos bloqueios devido ter participado das operações do “lockdown”.

A Guarda Municipal de Canindé em nota informou que o local é iluminado e o condutor era ciente das barreiras sanitárias. Uma equipe da Perícia Forense esteve no local para avaliar as causas do acidente.

Via Jornalista Fernando Ribeiro

COMENTÁRIOS