conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Policia

Justiça inocenta líder de facção ‘Marcola’, por roubo milionário ocorrido no Ceará há 21 anos

Outro acusado também foi absolvido e um terceiro, condenado a prisão. 20 pessoas foram acusadas de roubar R$ 1,4 milhão de uma empresa de valores, em Caucaia

Após 21 anos, Marcos William Herbas Camacho, conhecido como ‘Marcola’ e apontado como a maior liderança de uma facção criminosa paulista, foi inocentado pela Justiça Estadual por um roubo milionário contra uma empresa de valores, ocorrido em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Outro acusado também foi inocentado e um terceiro, condenado a prisão.

A 3ª Vara Criminal da Comarca de Caucaia proferiu a sentença na última segunda-feira (1º). ‘Marcola’ e Francisco de Assis Barroso Braga, o ‘Canindé’, foram absolvidos, enquanto Josimar de Assis, o ‘Fusquinha’, foi condenado a 24 anos e 6 meses de prisão, em regime inicialmente fechado, pelos crimes de roubo e extorsão mediante sequestro. Entretanto, o juiz permitiu que ele recorresse da sentença em liberdade.

Conforme a acusação do Ministério Público do Ceará (MPCE), ‘Marcola’ teria participado do sequestro de um funcionário da empresa de valores Nordeste Segurança de Valores (NSV) e de familiares, seria um dos responsáveis pela guarda dos reféns em cativeiro e ainda teria participado da invasão da sede da empresa, na posse dos reféns, em 18 de fevereiro de 2000. Foram roubados cerca de R$ 1,4 milhão.

Entretanto, a defesa de ‘Marcola’ alegou que ele estava preso no dia do roubo, na Casa de Custódia de Taubaté (SP), onde chegou no dia 19 de julho de 1999; e ainda que ele não conhecia os demais denunciados nem as testemunhas do processo.

“A prova colhida durante a instrução criminal não foi capaz de apontar de forma induvidosa as acusações formuladas pelo Ministério Público”, atestou o juiz para absolvê-lo. ‘Marcola’ está, hoje, preso na Penitenciária Federal de Brasília, por outros crimes.

Via DN

Propaganda