conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Policia

Jovem preso confessa ter assassinado a vizinha a marteladas durante assalto em Maranguape

Claudiana Teixeira, 36, foi assaltada e morta. Francisco Renan, 18, foi preso e confessou o crime

A Polícia Civil elucidou, em menos de 48 horas, o cruel assassinato de uma mulher na cidade de Maranguape, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF). Claudiana Teixeira da Rocha, 36 anos, tecelã, mãe de uma adolescente, foi morta a marteladas durante um assalto. A Polícia também suspeita que ela tenha sido estuprada. Nesta terça-feira (4), um suspeito foi detido e acabou confessando o crime. Ele era vizinho da vítima. As informações é do Jornalista Fernando Ribeiro.

O crime ocorreu na madrugada de segunda-feira (3), no bairro Outra Banda, em Maranguape. Claudiana saiu de casa por volta de 4h30, como fazia todos os dias, em direção ao trabalho, uma indústria têxtil, mas acabou sendo rendida por um vizinho que tentou assaltá-la. Ela teria reconhecido o bandido e acabou sendo arrastada para um imóvel desabitado e morta a marteladas. O corpo foi encontrado despido, o que levou a Polícia a acreditar que houve violência sexual (estupro).

Na tarde de ontem (4), bandidos tentaram matar o suspeito do crime, que foi resgatado e preso pela Polícia. Francisco Renan Moreira Filho, 18 anos, confessou ao delegado Jurandir Braga Nunes, titular da Delegacia Metropolitana de Maranguape (DMM), o crime, mas negou ter praticado o estupro. A Polícia vai aguardar o laudo cadavérico que será elaborado pelos legistas da Perícia Forense do Estado do Ceará (Pefoce), que vai apontar a causa mortis.

Martelo

No depoimento que prestou na Polícia Civil, Francisco Renan confessou que era vizinho da tecelã e sabia que todos os dias ela saía de casa cedo da manhã, por volta de 4h30, para ir ao trabalho. Preparou a emboscada e acabou matando Claudiana. O martelo usado no crime foi encontrado pelos inspetores e apreendido.

Com a morte de Claudiana, em Maranguape, subiu para 32 o número de mulheres assassinadas no Ceará em 2020.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda