Hilux colidiu com um caminhão, matando 2 pessoas em Caucaia; Vídeo do local foi divulgado

A Hilux saiu da pista e ficou destruída após batida de frente no caminhão

Acidente grave envolvendo caminhão da banda de Léo Santana deixa mortos
Motoqueiro morre em colisão com caminhão na avenida do aeroporto de Fortaleza
Homem morre após ser partido ao meio por caminhão e tudo é filmado; Cenas fortes

Duas pessoas morreram em um trágico acidente de trânsito ocorrido na noite desta sexta-feira (24), no Município de Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o desastre aconteceu na rodovia BR-222, na altura do Distrito de Boqueirão. Uma colisão frontal aconteceu ali envolvendo uma caminhonete modelo Hilux e um caminhão no momento em que o primeiro veículo tentou uma ultrapassagem. A batida foi forte e as vítimas ficaram presas nas ferragens. As informações é do Jornalista Fernando Ribeiro.

Equipes do Corpo de Bombeiros Militar (CBM-CE), do Quartel do Icaraí, e ambulâncias do Samu-Caucaia e Samu-Fortaleza foram mobilizadas para atender à ocorrência e em apoio às equipes da PRF.

De acordo com a Polícia, o motorista e um passageiro da Hilux morreram presos nos destroços da caminhonete, enquanto um terceiro ocupante do mesmo veículo foi resgatado e transferido para Fortaleza, sendo encaminhado ao Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro).

Resgate

Familiares das vítimas informaram que a Hilux trafegava no sentido Interior-Capital. No veículo estavam o motorista, de 22 anos, dono de uma oficina que faz reparos em máquinas pesadas e dois funcionários. Eles retornavam da cidade de Tianguá (a 314Km de Fortaleza). O mecânico e um dos seus funcionários morreram na hora.

O terceiro ocupante da Hilux ficou preso nas ferragens até que bombeiros do Batalhão de Busca e Salvamento (BBS), cortassem as serragens com serras elétricas e um desencarcerador hidráulico e possibilitassem sua retirada.

A PRF informou também que, apesar da batida forte e frontal, o motorista do caminhão não sofreu ferimentos e permaneceu no local do desastre. Pedaços e peças da Hilux, assim como óleo, se espalharam pela pista.

Os corpos das vítima – completamente mutilados – foram recolhidos pela equipe de rabecão da Perícia Forense do Ceará (Pefoce).

A identidade das vítimas não foi revelada pelas autoridades no local do desastre.