Grávida é morta e tem o corpo carbonizado pelo namorado

Grávida é morta e tem o corpo carbonizado pelo namorado

Efigênia foi assassinada por Wando após revelar que estava grávida

Advogada suspeita de traficar para facção quase morre após ser espancada no Presídio Feminino
Jovem é fuzilado na madrugada de hoje em Sobral; foi o 10º assassinato neste ano
Ex-atriz pornô é morta com vários tiros na cabeça em Caucaia

O assassinato de uma jovem de 28 anos, universitária, foi esclarecido na noite desta quinta-feira (14), em Fortaleza, após a prisão do suspeito, o namorado. Um homem de 35 anos matou a garota ao descobrir que ela estava grávida e teria um filho dele. Em meio ao desaparecimento da vítima, o assassino tentou extorquir dinheiro da família da vítima, alegando que se tratava de um sequestro.

O crime foi esclarecido com a prisão, na tarde de ontem, de Wando Cordeiro Vasconcelos. Ele foi detido por policiais da Divisão Antissequestro (DAS) quando tentava receber R$ 20 mil da família da jovem, se passando por sequestrador. Naquele momento, porém, a estudante já estava morta e seu corpo carbonizado e ocultado em um terreno em meio a uma mata no Município de Chorozinho, na Região Metropolitana de Fortaleza (a 64Km da Capital).

De acordo com a Polícia, a estudante universitária de Fisioterapia, Maria Efigênia Soares, 28 anos, desapareceu na noite da última quarta-feira (13), após sair de casa, no bairro José Walter. “Ela chegou em casa após ter ido fazer o estágio numa clínica. Mas recebeu uma ligação no celular e disse que ia a um mercantil próximo, e desapareceu”, contou a mãe, Jaqueline Santana.

Horas após o desaparecimento de Efigênia, o pai dela recebeu no celular uma mensagem do assassino, afirmando que a garota havia sido seqüestrada. A família diz que não sabia que Efigênia mantinha um relacionamento com Wando Cordeiro.

Resgate e morte

Durante o sumiço da universitária, os pais receberam ligações do suposto sequestrador, que exigia o pagamento de um resgate de R$ 20 mil para liberar a estudante. A família registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) e a DAS começou a acompanhar o caso, terminando por descobrir a identidade e paradeiro do suspeito e efetuar a sua prisão.

Wando levou a Polícia até o local onde havia carbonizado e ocultado o corpo da namorada grávida. No fim da tarde de ontem a mãe recebeu uma ligação da Polícia informando que o corpo de Efigênia fora encontrado e o assassino preso.

“Eu estava muito triste, mas, ao mesmo tempo, acreditando em Deus, que minha filha ia ser encontrada viva. Mas, quando foi “detardezinha” recebi a ligação do delegado informando que minha filha tinha sido encontrada morta”, desabafou Jaqueline.

Wando Cordeiro Vasconcelos foi autuado em flagrante pelos crimes de assassinato (homicídio qualificado), ocultação e destruição de cadáver e tentativa de extorsão mediante falso seqüestro.