conecte-se conosco

Policia

Suspeito de matar subtenente que saía para trabalhar é morto em confronto com polícia, em Fortaleza

A Polícia Militar informou que houve confronto. O suspeito se escondeu em um matagal

Publicados

em

Um suspeito do assassinato do subtenente da Polícia Militar em uma tentativa de assalto, na manhã deste sábado (6), no Bairro Vila Manoel Sátiro, foi localizado e morto durante a abordagem policial. Segundo a Polícia Militar, houve confronto com a polícia e o suspeito foi levado à Unidade de Pronto Atendimento no Bairro Canindezinho, mas não resistiu.

Pai que aparece em vídeo espancando bebê é preso

Mãe esfaqueia partes íntimas de homem que abusou de sua filha

Polícia caça pai que aparece em vídeo humilhado e batendo em criança de 2 anos

O subtenente foi assassinado a tiros em uma tentativa de assalto no momento em que saía de casa para trabalhar. Ele foi socorrido por um vizinho e levado ao Hospital Frotinha do Bairro Parangaba, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia:  Servente de pedreiro é morto a tiros por ocupantes de veículo no Álvaro Weyne, em Fortaleza

Após a ação, o suspeito fugiu e roubou um carro nas proximidades. O veículo foi rastreado pelo Sistema Policial Indicativo de Abordagem (Spia) da Secretaria da Segurança.

O suspeito foi localizado em uma localidade do Parque Santana, e tentou se esconder em um matagal, mas foi abordado pelos agentes, ainda conforme a PM. Uma pistola foi apreendida com ele.

A polícia segue em diligência para capturar os outros envolvidos, bem como encontrar as armas do subtenente que foram roubadas.

As investigações sobre o caso estão a cargo da 11ª Delegacia do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) da Polícia Civil do Estado do Ceará (PCCE), que é responsável por crimes cometidos contra agentes da Segurança Pública.

Leia:  Comerciante é executado a tiros dentro de loja de celulares por dois pistoleiros

A vítima, Augusto da Silva, de 46 anos, deixa a mulher e dois filhos. Conforme a PM, ele ingressou na corporação em 15 de setembro de 1994 e estava atualmente lotado no Batalhão de Operações Especiais (BOPE) da PMCE.

“O Comando da Corporação se solidariza com a dor dos familiares e amigos, ao tempo em que coloca o aparato da Instituição à disposição”, comunicou o Comando da Polícia Militar.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Share via
Copy link