conecte-se conosco

Policia

Bandidos derrubam torre de transmissão de energia e incendeiam concessionária no 11º dia de ataques

Torres foram derrubadas durante a madrugada deste sábado, em Maracanaú

Publicados

em

Uma torre de transmissão de energia elétrica e uma concessionária de veículos foram os primeiros alvos do 11º dia de ataques criminosos no Ceará neste sábado (12). Na sexta-feira (11), caminhões e um micro-ônibus foram incendiados. Com mais de 200 atentados, o estado permanece sob a violência das facções criminosas que espalharam o terror por mais de 4º cidades cearenses desde o começo dos ataques, no dia 2.

Era por volta de 5 horas deste sábado, quando bandidos – ainda não identificados – atacaram uma concessionária de veículos localizada na Avenida Washington Soares. Coquetéis molotov foram arremessados por criminosos que, em seguida, fugiram. Os artefatos provocaram um incêndio no prédio, atingido veículos ali expostos à venda. Porém, não houve feridos.

Leia:  Vídeo mostra o acidente que matou um vigilante em Sobral; Assista

Mais cedo, ainda na madrugada, uma torre de transmissão de energia foi atacada e derrubada por bandidos no Município de Maracanaú. O equipamento faz parte do Sistema de Transmissão do Nordeste (STN). Por conta do atentado, houve oscilação no fornecimento de energia elétrica em, pelo menos, cinco municípios da Região Metropolitana de Fortaleza (RMF): Maracanaú, Cascavel, Eusébio, Maranguape e Itaitinga.

Outros ataques

Na tarde de sexta-feira (11), dois caminhões foram incendiados por criminosos na zona Oeste da Capital cearense. O fato ocorreu no bairro Autran Nunes. Dois caminhões que estavam estacionados na Rua dos Pinhais foram atingidos por coquetéis molotov e ficaram completamente destruídos pelo fogo. A Polícia Militar esteve no local, mas os suspeitos não foram encontrados.

Leia:  Bandidos invadem casa no Eusébio e matam dois homens; uma mulher foi baleada

Houve, ainda, uma tentativa de incêndio a um micro-ônibus no bairro Mondubim. Houve danos parciais no veículo que fazia a linha 340 (Itaperi). Segundo o relato de testemunhas, bandidos jogaram gasolina no interior do coletivo e logo depois atearam fogo. Com a fuga dos vândalos, o motorista usou um extintor e debelou as chamas rapidamente.

Matéria do Jornalista Fernando Ribeiro

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Share via
Copy link