País adota castração química para abusadores de crianças

País adota castração química para abusadores de crianças

De acordo com a nova lei, a punição só será aplicada quando o crime envolver mais de uma vítima, produzir lesões graves, transtorno mental, doenças infecciosas, alteração ou perda das funções reprodutivas e morte da vítima

Crueldade: Menina de 11 anos é raptada, estuprada e morta na véspera do dia das crianças
“Monstro” de Ipueiras que matou a mulher e três crianças é condenado a 112 anos de cadeia
Cirurgião pedófilo estuprou 250 bebês e crianças sob efeito de anestesia

Indonésia aprova nova lei e abusadores de crianças serão submetidos à castração química. A medida foi assinada pelo presidente do país, Joko Widodo. As informações é do site IstoÉ.

De acordo com a nova lei, a punição só será aplicada quando o crime envolver mais de uma vítima, produzir lesões graves, transtorno mental, doenças infecciosas, alteração ou perda das funções reprodutivas e morte da vítima.

Segundo o Metro, o procedimento será realizado por meio de uma injeção com uma substância que elimine a libido do criminoso por até dois anos.

A decisão pela castração química dá continuidade ao projeto implementado em 2016 para proteção de crianças no país, e não elimina a prisão do suspeito.