conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Mundo

De forma cruel, filho cortou sua mãe em 1.000 pedaços e a comeu junto com seu cachorro

Um suposto canibal confessou ter cortado sua mãe em mais de mil pequenos pedaços, confinou a polícia Espanhola

O garçom desempregado Alberto Sanchez Gomez, teria feito a confissão aos policiais e disse que compartilhava parte do corpo de sua própria mãe com seu cachorro de estimação.

Gomez, de 26 anos, foi preso quando detetives chegaram à casa de sua família em Madri para indagar sobre o desaparecimento de sua mãe, Maria Soledad Gomez.

Policiais chocados encontraram partes do corpo da mulher em pelo menos seis grandes recipientes dentro do apartamento perto da famosa praça de touros Las Ventas da capital espanhola.

Seus órgãos vitais estavam faltando e parte de seus intestinos foram encontrados misturados com resíduos domésticos dentro do apartamento. Novos detalhes macabros da terrível descoberta surgiram antes da audiência de Sanchez.

Seu filho deve ser acusado de matá-la, embora a polícia ainda não tenha dito como ele acabou com vida de sua genitora.

As primeiras fotos de Sanchez surgiram quando ex-amigos contaram à imprensa local como ele se tornou um problema para sua família depois de se tornar viciado em drogas.

Eles disseram que costumava passar um tempo em um banco do parque em frente à sua casa bebendo com pessoas sem-teto.

Ainda não está claro quando sua mãe, 66 anos, morreu, mas a polícia disse que pode ter acontecido há um mês. Fontes policiais dizem acreditar que o detido, cozinhou parte do corpo de sua mãe antes de comê-lo e alimenta o cachorro de estimação.

Ele era bem conhecido pelos oficiais por causa de uma série de prisões anteriores que se pensava estar relacionada à violência doméstica contra sua mãe. Os vizinhos disseram que muitas vezes ela tinha hematomas que inicialmente pensavam ter sido causados ​​pelo cão.

Sánchez foi submetido a avaliação psiquiátrica, mas deve ser mantido na prisão após a sua aparição no tribunal.

Um porta-voz da Polícia Nacional em Madri, que divulgou imagens que mostravam o suspeito sob custódia, confirmou: “Um homem de 26 anos foi preso em Madri por supostamente desmembrar sua mãe. Os policiais encontraram parte de seus restos em contêineres de armazenamento da Tupperware. A vítima estava desaparecida há um mês.”

Eles não fizeram nenhum comentário oficial sobre os relatórios locais que ele havia confessado ao canibalismo.

Clique para comentar

0 Comments

  1. clinica evangelica

    26 de fevereiro de 2019 no 11:48

    Muito bom seu aritgo, acabei de compartilhar no face..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Propaganda