conecte-se conosco

Mundo

‘Caníbal’ preparou uma sopa com os restos mortais de vítima e como não gostou, deu a seu cão

O chamado ‘Canibal de Puno’ confessou à polícia que ele lavou os órgãos de sua vítima em um rio e usou uma costela para preparar uma sopa que ele não gostou e deu a seu cão. Ele também admitiu que era fã de filmes de terror

Publicados

em

O fazendeiro Wilfredo Rodriguez Quispe de 23 anos, ‘o canibal de Puno’, explicou à polícia que lavou os corpos de sua vítima, Dina Quispe Choquemaqui, e com uma costela preparou uma sopa que ele alimentou seu cachorro, por que não gostou do seu gosto, na província de Melgar, na região de Puno, no Peru.

Segundo o site “trome”, Wilfredo, que também era um membro do exército, revelou que depois de matar sua vítima por nenhum motivo e, em seguida, cortou o corpo ‘como fez com cordeiros’. Então ele foi para o rio Escaleramayo, onde lavou as vísceras, coração, fígado e outros restos, revelou fontes da polícia de Puno.

“O assassino preparou um caldo com uma das costelas de suas vítimas, disse ele, não gostou do sabor e deu a sopa ao cachorro”, revelou uma fonte policial”

Nossa fonte também confessou que o assassino era um fã de filmes de terror como ‘Cannibal Holocaust’ e ‘Nightmare on Elm Street’, entre outros.

Leia:  Homem é preso suspeito de matar namorado enforcado no Bairro Conjunto Ceará, em Fortaleza

A mesma fonte disse que ‘o canibal de Puno’ admitiu que ele assassinou um homem velho em Sicuani, para roubar todo o seu dinheiro, em 2014.

Ele acrescentou que o mesmo ano quebrou-lhe o crânio com um vizinho, usando uma enxada, para problemas tinha na hora de levar para comer capim seus animais.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Share via
Copy link