conecte-se conosco

Mundo

Enfermeiro tarado estupra e engravida mulher que estava em coma há mais de dez anos

Um teste de DNA revelou a verdade; o agressor trabalhava no centro de saúde desde 2011 e estava encarregado de cuidar dele

Publicados

em

Há alguns dias falamos sobre o caso de uma mulher em estado vegetativo – há mais de uma década – que deu à luz em uma clínica particular em Phoenix, cidade no Arizona, Estados Unidos.

Ninguém na equipe médica sabia que ela estava grávida até que a mulher começou dar à luz “, disse azfamily.com. Uma fonte com conhecimento do assunto, que disse que o bebê está vivo e saudável.

Hoje a polícia anunciou que o enfermeiro Nathan Sutherlan , 36 anos, foi preso por estuprá-la e deixá-la grávida.

“A partir do momento em que soubemos do crime, trabalhamos praticamente sete dias por semana, sem parar, para resolver este caso”, disse o chefe de polícia local, Jeri Williams, “anunciando a captura do acusado, que trabalhava no crime. o centro desde 2011 e foi responsável por cuidar da vítima.”

De acordo com as declarações das autoridades, um teste de DNA revelou que Sutherland era o pai do bebê. O homem foi levado para a custódia da polícia e detido na cadeia do condado de Maricopa e agora enfrenta acusações de agressão sexual e abuso de adultos vulneráveis.

Leia:  Tragédia: 24 pessoas da mesma família morrem afogadas após ônibus cai em rio

No curso do processo de investigação, o diretor do hospital pediu demissão e dois médicos responsáveis ​​por cuidar da vítima foram removidos de suas posições.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Share via
Copy link