conecte-se conosco

Mundo

Jovem teria morrido após levar um “chupão” no pescoço; é possível morrer por causa de um “chupão”?

Jovem de 17 anos não sobreviveu à “demonstração de amor”

Publicados

em

Neste fim de semana, um caso inusitado chamou atenção de muita gente: um jovem, de 17 anos, teria morrido após levar um “chupão” no pescoço dado pela namorada.

Julio Macias Gonzalez, da Cidade do México, estava com a namorada, de 24 anos, quando, depois de ter relações íntimas, voltou para casa. Sem imaginar o problema, ele se sentou para comer junto à família, mas logo começou a ter convulsões e foi levado ao hospital. Infelizmente, nada pôde ser feito e Julio veio a óbito.

Segundo os médicos, a sucção provocada no pescoço foi tão grande que criou um coágulo, que, através da corrente sanguínea, chegou ao cérebro, causando um derrame.

Leia:  Mãe mata o filho de 11 anos enforcado com uma corda após ele bater no seu irmãozinho

Em 2011, uma mulher de 44, da Nova Zelândia, também foi vítima da “prova de amor”: ela ficou com o braço esquerdo paralisado. O “chupão” machucou o interior de um vaso sanguíneo e criou um coágulo, que, nesse caso, foi até o coração e causou a paralisia.

O que é um coágulo?

Antes de mais nada, os coágulos fazem parte de um processo natural do organismo e ajudam a parar sangramentos. Dessa forma, se o seu vaso sanguíneo for lesionado, haverá a formação dos coágulos.

Porém, às vezes, eles não se posicionam na parede do vaso danificado, mas no seu interior, o que pode levar a uma obstrução. Essa situação pode gerar problemas como trombose e embolia.

Leia:  Garota entra no motel com o namorado e acaba removendo as vísceras dele por ciúme
Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Share via
Copy link