conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Brasil

“Não tenho onde ‘socar’ mais o meu rosto de vergonha”, diz pai de Lázaro em vídeo

Lázaro Barbosa é procurado há nove dias. Aposentado se separou da mãe do acusado quando ele ainda era criança

O pai de Lázaro Barbosa, procurado por cometer uma série de assassinatos e outros crimes em Goiás e no Distrito Federal, afirmou que está “envergonhado” com os delitos que o filho cometeu. “Dizem que é filho meu, registrei, mas a própria mãe falava que ele não é filho meu. Nem ele, nem o outro, que eram dois”, disse o aposentado.

O homem disse que se casou muito jovem com a mulher, na Bahia, e que ela “pegou o menino para criar” e que ele “era bandido”. O casal se separou quando Lázaro ainda era criança.

“‘Tá’ uma revolução no país praticamente inteiro e eu não tenho onde ‘socar’ mais o meu rosto de vergonha. Cada crime que ele pratica é uma facada no meu coração!”, afirmou o aposentado, que vive em Cocalzinho de Goiás.

Lázaro Barbosa é procurado e acusado de matar brutalmente quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia (DF) e cometer uma série de invasões em fazendas, além de fazer caseiros e familiares de reféns.

Cerca de 200 policiais do Distrito Federal e de Goiás estão à procura do criminoso. De acordo com a polícia, Lázaro tem experiência em áreas de mata e, com isso, habilidade para se esconder, dificultando a ação dos agentes.

Propaganda