Humorista Rodela morre vítima de Covid-19, aos 66 anos, em SP

Humorista Rodela morre vítima de Covid-19, aos 66 anos, em SP

A assessoria do SBT confirmou a morte na noite desta quarta-feira (2). Ele estava internado no Hospital Geral de Guarulhos há duas semanas

Vídeo: socorrista do SAMU desmaia com medo da agulha ao tomar vacina contra o Covid, assista
Risco de morrer por Covid no Brasil é três vezes maior que no resto do mundo, indica estudo
Camilo anuncia chegada de lote de vacina contra Covid-19 “nas próximas horas”

O humorista Luiz Carlos Ribeiro, conhecido popularmente como Rodela, morreu nesta quarta-feira (2) em São Paulo. A informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do SBT.

Ele estava internado havia duas semanas no Hospital Geral de Guarulhos, na Grande São Paulo. Segundo a assessoria da emissora, o diagnóstico para Covid-19 foi confirmado na terça-feira (1).

“É com pesar que o SBT lamenta o falecimento do humorista Luiz Carlos Ribeiro, mais conhecido como Rodela, nesta quarta-feira, 02 de dezembro. Nesta terça-feira, 01, foi confirmado seu diagnóstico para Covid-19. No início desta noite, foi submetido a hemodiálise e sofreu paradas cardíacas, vindo a falecer […] O SBT presta solidariedade e deseja que Deus conforte sua família”, diz a nota.

Artista de rua de São Paulo, Rodela era conhecido pela habilidade de fazer inúmeras caretas. Ele ganhou fama na TV ao participar de programas de auditório.

Sua primeira aparição na TV foi no programa Show de Variedades, em 1992, fazendo performances de comédia. Participou posteriormente de diversos programas de humor, tendo destaque no programa Ratinho Livre, da TV Record, em 1997.

No ano seguinte, com a vinda de Ratinho para o SBT, Rodela integra o elenco do Programa do Ratinho, onde permanece por vários anos. Rodela também participou de A Praça é Nossa, tendo feito diversos quadros. Posteriormente, esteve no programa Show do Tom, também na Record.