conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Brasil

Antes de ser assassinada com 10 tiros de fuzil, estudante gravou vídeo cantando louvor; assista

Rhannye foi atingido com 10 tiros de fuzil. Ao todo, mais de 100 disparos foram efetuados

Poucos dias antes de ser morta, a estudante de medicina Rhannye Jamilly, de 18 anos, gravou um vídeo em que canta uma música gospel que relata sobre a saudade que sentia de casa. Ela era natural de Curvelândia (a 280 km de Cuiabá), mas foi morta no último sábado (09/10) em chacina no município de Pedro Juan Caballero, no Paraguai. As informações são do RD News.

“Me leva para casa, eu quero voltar. Longe de ti não é o meu lugar. Corro depressa para te encontrar. De braços abertos como alguém que esqueceu”, cantou, enquanto tocava um violão.

Conforme noticiou a, jovem estudava medicina no país vizinho. Além de Rhannye, outras 3 pessoas foram mortas enquanto saiam de uma casa noturna. Entre elas estão Haylee Carolina Acevedo Yunis, 21, Kaline Reinoso de Oliveira e Osmar Vicente Álvarez Grance, 32. Este último seria o alvo dos atiradores, conforme informações preliminares.

Rhannye foi atingido com 10 tiros de fuzil. Ao todo, mais de 100 disparos foram efetuados. Câmeras de segurança registraram o momento em que duas pessoas chegaram em uma caminhonete branca, se aproximaram do veículo em que as vítimas estavam e levaram menos de 4 minutos para matar a todas.

Corpo da estudante foi transportado para Curvelândia e ela foi sepultada e enterrada no último domingo (10/10). Ontem (11/11), seis pessoas foram presas suspeitas de envolvimento no crime. Caso segue sendo investigado.

Propaganda