conecte-se conosco

Brasil

Estuprador solto em razão da pandemia abusa e mata jovem

Jenifer Modesto havia sido dada como desaparecida no início de abril

Publicados

em

Um estuprador de 35 anos, que obteve liberdade provisória por conta da pandemia de coronavírus, confessou que estuprou e matou a jovem Jenifer Hugo Modesto, de 18 anos, na cidade de Poços de Caldas, em Minas Gerais.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Cleyson Brene, as investigações começaram no dia 4 de abril, após o desaparecimento da jovem. As suspeitas sobre o ex-presidiário aumentaram no dia 16, depois que a investigação verificou que o estuprador foi preso novamente após tentativa de estupro próximo do local onde Jenifer desapareceu.

A Polícia Civil então conseguiu confirmar a autoria do crime após ir ao presídio onde o estuprador estava e ele confessar que matou a jovem.

Leia:  Mãe evita estupro da filha de 10 anos e mata homem a facadas

Segundo o delegado, o estuprador seguirá preso preventivamente pela nova tentativa de estupro e deve responder pelos crimes de estupro, homicídio, ocultação de cadáver e furto. O crime pode ser enquadrado ainda como latrocínio.

Propaganda
Clique para comentar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
Share via
Copy link