conecte-se conosco

Olá o que procuras?

Brasil

110 mil pessoas receberão auxílio emergencial retroativo após revisão dos cadastros

Nesta sexta-feira (06.08), essas mães solo receberão todas as parcelas de R$ 375 a que têm direito, em uma única transferência nas contas sociais digitais.

Mais de 110 mil beneficiárias do auxílio emergencial terão direito a valores retroativos. Após uma revisão dos cadastros, o governo federal confirmou que serão liberados R$ 82,24 milhões para custear todas as parcelas pagas a quem teve os pagamentos bloqueados indevidamente.

Terão direito ao retroativo as mulheres chefes de família monoparental aprovadas após o reprocessamento de dados. Todas as parcelas pagas até o momento serão depositadas de uma só vez na próxima sexta-feira, 6.

O valor pago a mães chefes de família é de R$ 375, a maior cota do benefício. Para as aprovadas que são inscritas no Bolsa Família, a liberação do dinheiro ocorrerá de acordo com o calendário original do programa social.

Uma análise recente levou ao bloqueio de mais de 600 mil beneficiários por descumprimento das regras, dentre os quais estavam 136 mil mães chefes de família monoparental. Após terem seu auxílio emergencial suspenso, parte dessas inscritas passaram por uma nova avaliação, que confirmou que elas ainda satisfazem os critérios de elegibilidade do programa.

Dentro do total citado, 110 mil tiveram o benefício desbloqueado na última quarta-feira, 4. Outros 27 mil cadastros ainda estão em fase de processamento.

Todos os meses, a Dataprev realiza um pente fino para confirmar se os aprovados ainda atendem aos requisitos do programa.

Propaganda