Connect with us

Política

Trio suspeito de integrar facções foge da Cadeia Pública de Fortim

Durante entrevista, um policial militar do município lembrou que as organizações criminosas disputam, diariamente, por território para o tráfico de drogas

DN | Três homens conseguiram escapar da Cadeia Pública de Fortim, distante a, aproximadamente, 150Km de Fortaleza, na madrugada dessa segunda-feira (29). Conforme a Polícia Militar, até a tarde desta terça-feira (30), o trio permanecia foragido.

O destacamento da PM do município afirma que os foragidos são Nicolas Leandro de Freitas Costa, que responde por tráfico de drogas, Felipe Silvano da Silva e Lyner Keer Teixeira dos Santos, ambos autuados por roubos. Dentre eles, há faccionados do Comando Vermelho e Guardiões do Estado (GDE).

Um policial militar da região, que optou por não ser identificado, lembrou que a infraestrutura da Cadeia Pública Municipal é precária. Conforme o servidor, a segurança do equipamento é feita por um único agente penitenciário.

“A Cadeia daqui nem muro tem. É no meio dos matos e cercada por alambrados. De madrugada, vai um marginal e deixa arma e celular lá no buraco da ventilação. Quem trabalha em Fortim sabe dessa realidade. Hoje, lá tem, em média, 60 presos. É homem e mulher, tudo misturado”, garantiu o militar.

Ainda segundo a PM, a cidade turística do Interior do Ceará está tomada pelas facções criminosas. O policial lembra que as organizações conseguiram avançar em Fortim a partir do aumento do consumo de drogas na região.

“Já prendi suspeito por roubo de carro. Aí ele foi para essa Cadeia e saiu de lá pior, faccionado. Vem sendo comum eles se mataram nas ruas brigando por ponto de venda de drogas. O que se fala na Polícia Militar é que o problema das facções já chegou em todo Interior”, ressaltou o servidor da Segurança Pública.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.