Connect with us

Policial

Traficantes são presos após matarem comparsa a tiros por ele espancar criança

Dois homens foram presos após participarem de um homicídio. Segundo informações, eles participaram da morte de um companheiro de facção

Blasting News | Dois criminosos mataram o próprio comparsa, identificado como Alexandre Moizés Souza, conhecido como ”Xandão”, de 37 anos, após ele se relacionar com algumas mulheres de uma facção criminosa rival. Além disso, o elemento espancou uma criança e raspou a cabeça de algumas mulheres.

Cerca de cinco criminosos pegaram Alexandre e colocaram ele em um ”tribunal do crime”, que era acompanhado por mais de 50 moradores. Segundo algumas informações, os traficantes chamaram Alexandre para que eles pudessem ”desenrolar” uma situação. Essa era apenas uma desculpa para que ele pudesse sair de casa e ser morto a tiros.

Segundo o delegado da Delegacia de Homicídios (DH), de Ribeirão das Neves, Gustavo Garcia Assunção, Alexandre era usuário de drogas.

Quando usava, ficava fora de si e batia nas crianças do conjunto habitacional e raspava a cabeça de algumas mulheres.

Após alguns dias, a Central da Polícia Militar recebeu uma denúncia anônima, informando onde alguns homens que participaram do assassinato de Alexandre poderiam estar. A polícia foi averiguar a ocorrência em uma casa no conjunto habitacional e conseguiu localizar os dois elementos que participaram do homicídio. Os policiais resolveram fazer uma varredura na casa e acabaram encontrando uma grande quantidade de drogas com os dois homens presos. Foram mais de 1.480 pinos de cocaína, além de mais de 21 pedras de crack.

Em seguida, os elementos foram autuados em flagrantes por tráfico de drogas e por participação no assassinato de Alexandre. Já na Delegacia, os elementos confessaram o caso.

Eles foram identificados como Jeferson Rosa de Oliveira, de 26 anos, e Davidson de Paula Oliveira, de 24 anos. Ambos são primos. Até o fechamento dessa matéria, os elementos continuam detidos. Nenhum outro envolvido foi localizado.

Violência em Minas Gerais

Nos últimos meses, o estado tem registrado um alta no número de assaltos e roubos a mão armada. Isso pode ser fruto da falta de investimento na área da Segurança Pública. Atualmente, o estado está passando por uma grave crise financeira e política. Quem acaba sofrendo com isso é a população mineira.

Com o enfraquecimento da #Polícia Militar nas ruas, os bandidos acabam se aproveitando para realizar diversos assaltos e roubos diuturnamente. As leis brasileiras também não ajudam. Já que constantemente pessoas são presas e logo na sequência são soltas.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.