Meninos de até 19 anos são vítimas de 170 assassinatos no interior do Ceará | Mceara.com
Connect with us

Policial

Meninos de até 19 anos são vítimas de 170 assassinatos no interior do Ceará

Dados fazem parte de uma pesquisa que, inicialmente, envolveu Fortaleza, Juazeiro e outras cinco cidades do Ceará

Ceará News7 | Nos últimos quatro anos, 170 adolescentes e jovens com idade entre 10 e 19 anos foram assassinados em Crato, Juazeiro do Norte e Barbalha. Os dados fazem parte de uma pesquisa que, inicialmente, envolveu Fortaleza, Juazeiro e outras cinco cidades do Ceará. Uma saída apontada para a redução da violência entre jovens é a efetivação de políticas públicas que abra portas para as pessoas nesta faixa etária.

O estudo organizado pelo Comitê Cearense pela Prevenção de Homicídios na Adolescência analisou sete cidades do Ceará. No Cariri, apenas Juazeiro do Norte foi incluído. A pesquisa apontou que metade dos jovens foi morta a cerca de 500 metros do local onde moravam. Outros dados verificados surpreendem. Mais de 70% dos adolescentes assassinados em 2015 estavam fora da escola há pelo menos seis meses. “Um enredo de exclusão que se repete com seus irmãos, primos e amigos”, segundo aponta o relatório do Comitê.

As armas de fogo têm importância fundamental nos homicídios de adolescentes. Em Horizonte, todos os crimes de morte contra jovens tiveram em comum o uso de arma de fogo. Esse percentual ultrapassa 80% em Juazeiro. Em particular, uma informação preocupa: em praticamente metade das cidades, nenhuma pessoa foi detida ou presa, o que, de acordo com o estudo, cria um contexto de impunidade e repetição de crimes. A pesquisa também apontou um perfil de vítimas: jovem, negro, pobre e morador da periferia.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.