Ceará registra execuções de agente penitenciário, PM e fuga de presos em menos de 24 horas | Mceara.com
Connect with us

Policial

Ceará registra execuções de agente penitenciário, PM e fuga de presos em menos de 24 horas

Os três crimes estão relacionados ao sistema prisional cearense. O agente penitenciário foi morto ao sair da cadeia pública de Orós nesta manhã, enquanto o PM da Guarda Penitenciária foi executado ao chegar em casa na noite desta quinta, no bairro Jangurussu. Já a fuga de presos aconteceu em Itaitinga, nesta madrugada

O Povo Online | Em menos de 24 horas foram registrados três casos envolvendo o sistema prisional no Ceará. Após a morte do cabo da Polícia Militar, Marcos Antônio de Souza Ribeiro, do Batalhão de Polícia Penitenciária, na noite dessa quinta, 1º, um agente penitenciário em Orós, a 352 quilômetros de Fortaleza, foi assassinado nesta manhã na saída da cadeia pública cidade. Ainda nesta sexta, pela madrugada, houve uma fuga de presos da Casa de Privação Provisória de Liberdade Professor Clodoaldo Pinto (CPPL II), em Itaitinga.

Segundo o presidente do sindicato dos agentes penitenciários, Valdemiro Barbosa, o agente penitenciário de Orós, identificado como Carlos Antônio Bezerra, de 34 anos, natural de Iguatu, foi atacado em uma parada de ônibus próximo à cade pública. “Ele estava saindo do plantão, foi feita uma emboscada e mataram o rapaz”, relatou.

Já na madrugada desta sexta, a Secretaria da Justiça e Cidadania (Sejus) confirmou a fuga na CPPL 2, mas informou que é realizada uma contagem para identificar quantos detentos conseguiram fugir.

Na noite da quinta-feira, 1º, foi morto o policial militar Marcos Antônio de Souza Ribeiro, do Batalhão de Policiamento de Guarda Externa dos Presídios e Estabelecimentos Penais (BPGep). O crime aconteceu no bairro Jangurussu.

Operação no Cepis

Ainda na quinta-feira, 1º, o Centro de Execução Penal e Integração Social Vasco Damasceno Weyne (Cepis), antiga CPPL 5, foi alvo de uma operação do Ministério Público e da Controladoria Geral de Disciplina (CGD), que investiga um esquema ilegal para a redução de pena de detentos por dias de trabalho. Na ocasião, o gerente da unidade foi afastado, um servidor terceirizado foi preso com droga dentro do presídio e foram apreendidos documentos. Inaugurado em 2016, o Cepis é a maior unidade prisional do estado do Ceará.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.