Connect with us

Policial

Cabo da PM é baleado e morto por colegas de farda ao ser confundido com assaltante no Ceará

O caso ocorreu na madrugada desta quarta-feira no bairro Parangaba. O policial do BPTUR sofreu uma tentativa de assalto e atirou contra os ladrões, mas acabou sendo baleado por outros PMs que estavam numa viatura do 21º BPM

Pela segunda vez neste ano, um policial militar do Ceará é morto pelos próprios colegas de farda, numa nova ação desastrosa de PMs nas ruas de Fortaleza. Desta vez, a vítima foi o cabo Paulo Alberto Marques Albuquerque, destacado no Batalhão de Policiamento Turístico (BPTUR). Após sacar sua arma e atirar quando bandidos que tentaram assaltá-lo, o cabo foi alvejado por PMs de uma viatura pertencente ao 21º Batalhão (Parangaba). Depois de socorrido pelos próprios colegas, o cabo Albuquerque faleceu na madrugada desta quarta-feira (29) no Instituto Doutor José Frota (IJF-Centro).

A tentativa de assalto contra o militar ocorreu no começo da madrugada de hoje na Rua Joaquim Moreira de Sousa, no bairro Parangaba. As informações dão conta de que o militar, que estava de folga e à paisana, reagiu a uma tentativa de assalto. O cabo sacou sua pistola e efetuou alguns tiros em direção aos bandidos, que acabaram fugindo.

Contudo, no momento dos disparos, a viatura prefixo 21021, do 21º BPM, passava pelo local e os militares visualizaram o homem correndo com uma arma na mão. Nesse momento, um dos policiais que formavam a patrulha disparou dois tiros contra o cabo Albuquerque, que teria sido confundido como assaltante.

Baleado

Baleado, o militar se identificou para os colegas de fardas e foi por estes socorrido para o hospital “Frotinha” de Parangaba, onde deu entrada na Emergência apresentando dois tiros, um deles no abdome e outro na perna. Em estado grave, o militar foi entubado e estabilizado e transferido para o IJF-Centro, onde faleceu por volta de 2h50 durante a realização de uma cirurgia.

Ainda durante a madrugada, os policiais que formavam a composição da patrulha 21021 foram conduzidos ao Quartel do Comando do Policiamento da Capital (CPC), Centro, pelo supervisor de plantão no policiamento da cidade, major PM Alcântara. Prestaram declarações e foram liberados.

O corpo do cabo Albuquerque já foi encaminhado à sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) e será examinado pelos legistas da Coordenadoria de Medicina Legal (Comel) na manhã desta quarta-feira. Depois, liberado para sepultamento.

Cabo Albuquerque é o quatro PM morto no Ceará em menos de uma semana. Na última quinta-feira, três militares foram assassinados dentro de uma churrascaria no bairro Vila Manuel Sátiro, na zona Sul de Fortaleza.

O primeiro caso

Na noite de 24 de fevereiro último, um sábado, um policial militar cearense foi morto por colegas de farda. Tratava-se do sargento Francisco Wagner Alves de Araújo, destacado no Batalhão de Policiamento Rodoviário Estadual (BPRE). Ele acabou sendo baleado e morto por policiais do Batalhão Raio (BPRaio) ao reagir à voz de prisão nas cercanias de um motel. O caso ocorreu na BR-020, no Conjunto Nova Metrópole, em Caucaia, Região Metropolitana de Fortaleza (RMF).

[Matéria do Jornalista  Fernando Ribeiro]

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.