Connect with us

Mundo

Professora de escola infantil é flagrada em vídeo recebendo dinheiro por sexo

Jovem foi filmada em 2016 em momento inapropriado e situação acabou chocando a todos

É Manchete | Algumas situações criminosas chocam pelo fato dos envolvidos serem aqueles que menos se espera. Entender como um fato pode levar uma pessoa a realizar um crime ou uma situação vista como sem propósito é uma tarefa bastante complicada. Uma professora russa, por exemplo, está tendo sérios problemas com a Justiça por causa de um vídeo que a mostra em uma situação delicada.

De acordo com informações do jornal britânico ‘’The Mirror’’, divulgadas em janeiro de 2016, a mulher, identificada como Katya Gorlova, de 22 anos, teve praticamente a vida arruinada após as imagens viralizarem nas redes sociais.

Katya é uma mulher que sempre se dedicou a ensinar os seus alunos.

Ela era tida como uma profissional capacitada, mas sua beleza, é claro, chamava a atenção dos pais. O pagamento por relação sexual com um cliente mostrou que a jovem tinha uma espécie de vida secreta, quando e onde se mostrava como garota de programa.

Ninguém poderia imaginar que uma simples professora tivesse uma vida secreta com tal profissão. Os dados, é claro, acabam surpreendendo aqueles que estão tentando apenas que os seus filhos recebam a melhor educação. Eles não imaginariam que Katya tinha a profissão mais antiga do mundo.

O vídeo íntimo da professora com um dos seus clientes foi feito na Rússia. Nele, a mulher aparece deitada na cama e recebendo carinhos de outro homem, que teria pago para ter as relações sexuais com ela.

Katya até faz uma dança sensual com o homem. As imagens mostram que a mulher estava em uma situação complicada.

A professora fez com o conteúdo virasse um sucesso nas redes sociais. Durante o vídeo, Katya – que também é conhecida pelo nome Anastasia Monpasye – comenta que trabalha em uma escola ensinando canto e dança para crianças.

A professora acabou chamando a atenção por sua vida dupla. A situação acabou gerando grande repercussão. Muita gente fez pressão na época para que a mulher fosse expulsa das suas funções como professora de dança. A jovem teria recebido o equivalente a cerca de 170 reais pelo programa sexual.

E você, o que pensa sobre o que ocorreu com a mulher? Algumas pessoas foram a favor da jovem, dizendo que ela não deveria perder o emprego, já que a relação de garota de programa não teria a ver com o seu lado docente.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.