Connect with us

Mundo

Policiais são presos por matar estuprador de criança com 11 tiros de pistola

Várias cápsulas deflagradas de pistola 9 milímetros foram encontradas na cena do crime

Dois policiais foram presos esta semana, acusados de terem assassinado um homem acusado de ter estuprado uma criança. Os suspeitos de terem cometido crime foram identificados como Juan Carlos Villalba Fariña, de 31 anos, e Mário Colmán, de 35 anos. Para as autoridades locais, eles são os principais suspeitos de terem assassinado Martín Valdez Enciso, de 55 anos, com pelo menos 11 tiros.

Segundo informações repassadas pela imprensa local, o crime aconteceu na terça-feira (2), no bairro Virgínia, em José Domingo Ocampos, Caaguazú, no Paraguai. As primeiras investigações da #Polícia apontaram que Juan seria o autor do crime e Mario foi quem forneceu a arma usada no crime.

De acordo com a polícia, Mário foi preso no domingo (7), na cidade de Pedro Juan Caballero. Já o outro suspeito foi preso dois dias depois, com ele, os policiais encontraram a suposta arma usada no crime.

O crime

Policiais da 15ª Delegacia de Polícia da cidade de José Domingo Ocampos encontraram na última quinta-feira (4), um homem morto dentro de uma casa. As primeiras investigações feitas no corpo da vítima no local do crime, apontaram que o autor do assassinato teria usado uma pistola calibre de 9 milímetros para assassinar a vítima. De acordo com a polícia, a vítima, no ano passado, havia sido presa após ter abusado sexualmente de uma criança na mesma cidade.

Homem é encontrado morto com várias marcas de tiros. Conforme relatos, a vítima foi encontrada deitada no chão, dentro de uma residência localizada na área conhecida como Third Line, da La Virginia Company.

Policiais da Seção de Criminalística da Polícia Nacional, informaram que Martín Valdez Enciso, foi encontrado na manhã de quinta-feira (4), por volta das 09h30 hora local.

Na cena do crime, várias cápsulas deflagradas de pistola 9 milímetros foram encontradas. A maioria dos tiros foi efetuada na altura da cabeça, no tórax e no braço esquerdo, Martín também apresentava um corte no pescoço que tudo indica foi causado por uma faca. Na cena do crime, policiais encontraram várias cápsulas deflagradas de pistola 9 milímetros. O corpo da vítima foi recolhido, em seguida, levado para o órgão específico para o caso.

O crime foi denunciado para a representante do Ministério Público, identificada como Sônia Estigarribia, e está sendo investigado pela Direção de Investigação de Fatos Punitivos. Qual a sua opinião sobre esse crime? Deixe suas ideias na seção de comentários logo abaixo.

Via Noticiasf5

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.