Connect with us

Mundo

“Minha primeira e última”, diz jovem antes de matar namorada e por corpo em pedaços dentro de mala

Chan Tung-kai e Poon Hiu-wing estavam em hotel de Taipei, em Taiwan, para comemorar o Dia dos Namorados quando a jovem de 20 anos desapareceu

Último Segundo | O jovem Chan Tung-kai, de 19 anos, foi preso após aparecer nas gravações de uma câmera de segurança carregando o corpo da namorada em uma mala. De acordo com o portal Mirror , Chan é o principal suspeito pelo assassinato, que teria acontecido entre os dias 17 e 18 de fevereiro, quando ele e Poon Hiu-wing, de 20 anos, estavam em Taiwan para comemorar o Dia dos Namorados.

Os dois saíram de Hong Kong rumo a Taiwan no dia 8 de fevereiro, e desde então, câmeras do circuito inteiro do hotel Purple Garden, na capital Taipei, mostravam frequentemente as entradas e saídas do casal no local. Poon, que também era conhecida pelo nome inglês Amber, foi vista pela última vez na madrugada do dia 17, e depois disso, o suspeito pelo assassinato foi filmado, sem a namorada , saindo do hotel com uma mala.

Após dias sem receber notícias da jovem, a família de Amber reportou seu desaparecimento no dia 5 de março, quando as autoridades começaram a investigar o caso. Chan foi preso dia 13, sob suspeita de roubo, quando os cartões de crédito de Poon foram rastreados e foi descoberto que o adolescente estava fazendo compras no nome da parceira.

Outras gravações de câmeras de segurança também mostraram o suspeito, junto da mala, andando pelo metrô da cidade antes de, supostamente, descartar o corpo . Ele voltou para Hong Kong no dia seguinte, e quase um mês depois, revelou às autoridades que o corpo de Poon estaria nas proximidades da estação de metrô na capital de Taiwan, o que foi confirmado pela polícia de Taipei.

“Sua primeira e última”

Os detetives trabalham com a possibilidade de Chan ter sufocado a companheira dentro de um quarto de hotel, com um travesseiro, antes de colocar o seu corpo dentro da mala. Outro indício que reforça as suspeitas sobre o jovem é uma postagem, nas redes sociais de Poon, dia 15 de novembro, quando a garota escreveu “ele disse que eu sou sua primeira e última namorada”.

As autoridades de Taiwan estão pedido para que Chan seja extraditado de volta para Taipei, para ser julgado de acordo com as leis do país pelo assassinato da namorada, o que configura um impasse judicial. Como Hong Kong e Taiwan não possuem um acordo de extradição, especialistas acreditam que uma nova lei provisória terá que ser criada para lidar com o caso.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.