Mãe leva filha menor para ser abusada sexualmente na sua frente em um teatro; veja | Mceara.com
Connect with us

Mundo

Mãe leva filha menor para ser abusada sexualmente na sua frente em um teatro; veja

Segundo informações da polícia, a vítima disse que já tinha sido abusada outras vezes

Aconteceu Virou Notícia | Uma mulher foi presa pela polícia após confessar que sua filha menor de idade foi molestada dentro de um teatro com seu consentimento. Segundo informações, a acusada não estava apenas ciente do ataque, mas levara a vítima para o local para ser abusada na sua presença.

O homem que aparece nas imagens abusando da vítima foi identificado como Moyideen Kutty, que é um famoso empresário na cidade. O crime foi registrado na cidade de Malappuram, na Índia.

De acordo com a imprensa local, o crime aconteceu no dia 18 de abril, mas o caso só veio à tona no sábado (12), após imagens de câmeras de segurança do local serem divulgadas em meios de comunicação locais.

As imagens mostravam o acusado abusando sexualmente da menina durante todo o filme, enquanto sua mãe sentava-se calmamente ao lado da vítima. Conforme relatos, a polícia prendeu a mulher e Moyideen Kutty.

Segundo informações repassadas pela polícia, a vítima já vinha sendo abusada anteriormente, mas em depoimento a mulher negou que a filha era abusada no passado. “A mulher nos disse que foi a primeira vez que a menina foi submetida a abuso sexual. Apenas uma investigação detalhada revelará a verdade”, disse o vice-sargento da Secretaria de Registros de Crimes do distrito, Saji Varghese. A vítima também prestou depoimento, e revelou que ela foi abusada várias vezes no passado e revelou os detalhes de como os abusos aconteciam.

A menina de 10 anos foi submetida a um exame médico e foi transferida para uma casa em Nirbhaya.

A comissão de mulheres disse que a vítima receberá os melhores cuidados e aconselhamento para ajudar a sair do trauma. Enquanto muitos atacaram a mulher e expressaram seu desgosto, a polícia também está enfrentando a ira. Funcionários da linha infantil e atividades locais alegaram que a polícia não levou o assunto a sério e atrasou a ação contra o acusado.

“Há sérios deslizes por parte da polícia e oficiais superiores estão investigando-os”, disse o presidente da Comissão de Mulheres da Kerala, Josephineine, segundo o site indiano Hindustan Times. O Departamento Doméstico pode agora abrir um processo contra a sub-inspetora KG Baby por não tomar medidas, apesar de uma queixa apresentada pelos funcionários da Childline. Ele atualmente permanece suspenso por suas funções. Devido a reação, o ministro de estado de saúde e assistência social, KK Shailaja, disse que o atraso da polícia será investigado.

Propaganda
Clique e comente

You must be logged in to post a comment Login

Leave a Reply

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.