Connect with us

Mundo

Lembra do bebê que fumava cigarros? Veja como ele está hoje

Há 10 anos, caso de menino das Filipinas que chegava a fumar 40 cigarros por dia deixou a internet chocada, mostrando uma realidade bem diferente

Todo mundo deve se lembrar da história da criança que fumava até 40 cigarros por dia nas Filipinas. Na época, a internet entrou em uma mistura de choque e espanto ao perceber uma realidade tão triste. Ardi Rizal era uma criança fumante e por causa disso, ficou muito famoso. Diversas imagens do garoto chegaram a ser divulgadas, entre elas, a que ficou mais famosa, do menino brincando em seu quintal com um carrinho. Com uma mão, ele segurava o volante, já com outra, fumava, como se fosse algo bem normal para a sua idade. Mas, como todos sabemos, não era nada normal o que estava acontecendo.

O pior de tudo é que Rizal havia ganho o primeiro cigarro da mão do próprio pai, com 1 ano e 6 meses de idade. Levando ou não o vício, o fato de apenas dar um cigarro para um bebê já é perturbador o suficiente. O fato é que aquele primeiro cigarro transformou-se em um verdadeiro vício para a criança. A família, desde sempre, não sabia o que fazer por causa da situação. O garoto das Filipinas virou um exemplo e assunto em diversas organizações e associações que buscam defender as crianças e jovens. O assunto de crianças fumantes começava a entrar em pauta em tudo que era canto da sociedade.

A história chamou atenção do governo local, que estava ganhando uma péssima publicidade mundial com a história do garoto. Vale ainda notar que as Filipinas tem um grande problema quando se trata de menores fumantes. Dados de lá mostram que 25% das crianças e jovens entre 3 e 15 anos fumam.

O caso de Rizal escancarou a realidade das Filipinas, o que criou uma consciência em todos que era hora de parar. Com esforço da família e do próprio garoto, o menino, aos poucos, deixou de fumar. No entanto, a situação do ex-fumante não continua das melhores. Em busca de largar o vício do cigarro, o menino se viciou em outra coisa: comer. Comendo de maneira excessiva, principalmente alimentos gordurosos, a família viu Rizal ficar muito acima do peso, o que acarreta outros problemas de saúde.

Os médicos, por sua vez, aconselharam que os familiares começassem a entreter o menino, para que ele ficasse longe dos cigarros e também das comidas gordurosas. A família e o próprio Rizal começaram a frequentar psiquiatras para ajudar no tratamento. A boa notícia é que 10 anos depois tudo deu certo. O menino conseguiu se livrar do cigarro e da comida gordurosa. Atualmente, Rizal é um jovem que pode viver normalmente, sem preocupar-se com os problemas de saúde que já o afetaram.

Por Bruno via News 24hrs

Publicidade
Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Copyright © 2018 MCeara. Todos os direitos reservados ao Sistema MassapeCeara de Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuição sem prévia autorização.